Anagrama

Amo-te
Como Eduardo jamais amará
Como Rodrigo pensou que amava
Como Guilherme tentou amar
Como João nunca amou

Como nenhum poeta jamais pôde amar
Amo-te 
Como um escritor ama sua obra,
Ou deveria
Amo-te

Perdoa-me por não ser Eduardo nem Rodrigo. Muito menos Guilherme ou João 
Não consigo, simplesmente
Diferente deles,
Amo-te