Existe momento certo para parar?

Por Ana Lourenço e Ana Carolina Garcia

Um dos questionamentos mais perturbantes do mundo do entretenimento é o prazo de validade de uma série ou uma saga. Existe tal coisa? E se existe, como saber que ela chegou? A série de Harry Potter, da escritora J.K. Rowling, reanimou essa discussão com o lançamento de mais um livro quase 20 anos depois do lançamento do primeiro.

Agora o protagonista da série já tem seus quarenta anos e vive os problemas do mundo adulto: conseguir lidar com as responsabilidades no trabalho, equilibrar-se no casamento, manter as amizades de longa data, criar seus filhos e carregar o peso dos seus feitos. Enfim, as aventuras do bruxo adolescente terminaram e o protagonista amadureceu. Fica então o questionamento: será mesmo que é necessário explorar esse lado do personagem?

Outros meios de entretenimento fizeram escolhas diferentes. Uma delas, a série de televisão FRIENDS, da Warner, apesar de ter durado 10 temporadas, focou em uma determinada época da vida dos personagens. Apesar do desejo de fãs, os produtores exibiram o último episódio há 12 anos e não pretendem retomar o show ou mostrar o que teria acontecido na vida dos personagens durante todo esse tempo. Segundo eles, a série tratava de um momento que já passou; fazer uma nova temporada ou episódio não faria sentido.

Pensando nisso o Jornal O Grilo fez um podcast sobre o assunto. Entrevistamos a Gabriela Orsini, 21, que escreveu sobre o novo livro da saga no seu blog “Dançando com os livros”

(https://dancandocomlivros.wordpress.com/2016/08/10/harry-potter-and-the-cursed-child/), e a Cristine Marinho, 30, fã de FRIENDS.