Criaturas da noite

Pedro acordou por volta de 02:46 da madrugada com barulhos vindo do andar de baixo da sua casa. Ainda sonolento ele desceu pra investigar. Quando chegou na metade da escada viu uma sombra passar pela janela e ouviu um barulho muito alto e aterrorizante como se dezenas de criaturas gritassem. Ele ficou paralisado na escada, não sabia o que fazer. Após alguns segundos o barulho cessou, ele ficou mais calmo e continuou a descer. Chegando no piso de baixo o barulho recomeçou com mais intensidade, estava escuro e ele não enxergava muito bem sem seus óculos, então ele ouviu algo cair na cozinha. As criaturas continuavam a gritar.

“Quem está aí” — ele gritou enquanto procurava algo pra se defender. O barulho ficava mais e menos intenso, mais coisas caiam na cozinha. Pegou o tubo de projetos, ele estudava arquitetura, e foi em direção a cozinha lentamente. Os barulhos cessaram novamente. Ele chegou a cozinha, havia vários potes no chão, o barulho recomeçou e com ele muitos trovões e pela janela entre-aberta a chuva começou passar. Ele olhou pra janela com cara de idiota por estar com medo da chuva, fechou-a, colocou os potes em cima da mesa e voltou pro quarto pra dormir.