Polêmicas à parte… Eu quero é comer!

Rita Lobo já mandou desgourmetizar, agora diz pra ‘desmedicalizar’… Acho que ela cozinha… (e faz marketing)… muito bem!

Nutella e raíz! Como os dois!

O vegetariano e o onívoro, quem tem razão?

Açúcar faz mal, glúten, lactose, carboidrato em excesso, é neurose? Ou estamos com acesso à informação cada vez maior? No turbilhão desta onda de informação, aprendemos a ler a descrição dos rótulos dos industrializados: conservantes, corantes, aromatizantes, nomes estranhos. E os legumes, hortaliças e frutas que não vem com tabela de calorias? É preciso saber o que contém neles também, claro! Saber que a gordura do abacate faz bem pra uns mas pode ser intolerante pra outros. Que o tomate parece inofensivo, mas tem alguma substância que não é legal. Bela Gil dirá que sim… E Rita Lobo dirá que maionese é com óleo e ponto final! Não faz mal.

Informação faz bem! Uma dose de equilíbrio e bom senso também! Uma colorida refeição também! Jejum para outros, também!

Uma pitada da Rita, um ‘substituto’ da Bela Gil e um recado do Dr Drauzio: coma como sua avó!

Pode banha de porco, ovo, bacon, manteiga! Só não pode abusar, ser chato, intolerante e arrogante, isso azeda tudo!

Eu gosto de comida saudável, orgânica, mas também, uma vez ou outra, vou tomar Coca-Cola! Eu amo Coca-Cola, chocolate, rosca de queijo e canela! Nutella!!! Raíz!!!

A Ciência muda, cada lugar tem sua cultura de alimentação, mas introduzir novos sabores e bons hábitos todo mundo pode!

O que você vai comer agora? Não apavora, mas também não devora! Mastigue devagar, fique atenta ao paladar, faça novas experiências, cozinhe, explore.

E ainda assim seremos únicos!

“Minha filha não come macarrão, eu não curto iogurte. Mas a gente ama Nutella!” “Meu filho não toma refrigerante, mas também não come salada! E ama uma raíz, batata!”

“Eu não como mais nada de farinha de trigo no dia a dia, mas no fim de semana vou tomar minha cervejinha!”

Eu quero é comer! Com prazer e com saúde! Com equilíbrio! É possível!

Do pato confitado. ao frango com quiabo, bolo red velvet com café coado! Caldo de mocotó à risoto de alho poró!

Mel orgânico, xilitol, stévia, mascavo, cravo, amargo 70%, sal rosa, óleo de coco, quinoa, chia! Coisas novas que sempre existiram!

Quero saber sim os nutrientes que cada coisa tem, mas não fazer disso uma receita radical.

Ninguém vai ficar sem comer, mas o peixe morre pela boca. Atum selado, robalo, dourado, salmão selvagem ou não, tilápia que vira Saint Peter e sardinha que será sempre sardinha!

Ai que fome!

Eu quero é comer, porque nada até hoje, me tirou o apetite!

Like what you read? Give MariaDoCarmo a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.