Batalha Espiritual // Sete armas para destruir fortalezas!

No estudo de hoje, veremos 07 armas poderosas para vencer batalhas espirituais:
 1. O Sangue de Jesus
 2. O Nome de Jesus
 3. A Palavra de Deus
 4. O Louvor de Guerra
 5. Anjos Guerreiros
 6. Fogo dos Céus
 7. Unção com Óleo

Em I Samuel 17:45, vemos a importância do conhecimento da Palavra. Davi sabia que arma usar, e nós também precisamos saber qual arma usar no dia a dia quando enfrentamos tantas lutas.

1ª arma — Sangue de Jesus ( Arma de Defesa — Ex 12:23 / Ap. 12:11 )

Como somos tricotômicos ( espírito/alma e corpo), podemos pedir a proteção do sangue nas 3 dimensões.

Como é uma arma de defesa, não serve para expulsar os demônios, mas sim para acobertar à nos, nossos familiares e nossos bens e pertences em geral.

Deve ser utilizada todos os dias de preferência na parte da manhã no início do dia.

O Sangue de Jesus é sobretudo o meio de purificação dos nossos pecados. Ao entrarmos numa batalha, devemos sempre pedir a purificação com o Sangue de Jesus.

2ª arma — O Nome de Jesus ( arma de Ataque — Mc. 16:17 e Lc. 17:19 ).

É uma arma ofensiva, ou seja serve para atacar o inimigo. Também é uma arma que utilizamos no dia a dia para frustrar os planos forjados no inferno contra nossas vidas. Enquanto sonhamos e fazemos planos para sermos bem sucedidos, o diabo faz planos para nos destruir. O nome de Jesus é uma arma poderosíssima para expulsar demônios e na libertação usamos essa arama para:

● Renegar os vínculos
 ● Quebrar os pactos
 ● Quebrar as maldições
 ● Quebrar trabalhos de feitiçaria
 ● Curar os enfermos do corpo e da alma
 ● Expulsar demônios

3ª arma — A Palavra de Deus ( arma de Ataque — Mt. 4:11 e Ap. 12:11 ).

A Palavra de Deus foi a arma que Jesus mais utilizou em seu Ministério. Essa é uma arma que deve ser ativada diariamente com fé, persistência e autoridade. Devemos confessar os versículos de acordo com a natureza do problema.

Ex.: Se você teve uma discussão com alguém e o diabo lança uma seta de ódio você confessa o versículo 12 de Pv. 10 dizendo:

Eu confesso que o ódio excita contendas, mas o amor cobre todas as transgressões. Eu amo fulano. Esta seta maligna que o diabo lançou sobre o meu coração está arrancada e lançada fora em Nome de Jesus. A Palavra de Deus é uma arma que combate a mentira do diabo e com ela Jesus venceu o diabo no deserto.

4ª arma — Louvor de Guerra ( arma de Ataque e Defesa — II Cr. 20:19–23 e Jz.5:1–22 ).

Quando louvamos, estamos ao mesmo tempo atacando e nos defendendo das hostes da maldade. Todo Louvor de Guerra deve estar de acordo com a natureza do problema.

Ex.: Se você está muito triste, cante louvor para Deus derramar o óleo da alegria .
 Se você está enfermo louve ao senhor dizendo: Hoje eu vou tocar nas vestes de 
 Jesus e Ele vai me curar.

O louvor deve ser uma prática diária, pois o louvor liberta.

5ª arma — Anjos Guerreiros ( arma de Apoio — Hb. 1:14/Sl. 34:7 e 91:11 )

Os anjos nos servem como arma de apoio, pois estão à serviços dos santos. Eles tanto atacam os demônios como nos defendem deles.

Não devemos nunca sair de casa sem pedir o ajuste da armadura, a cobertura com o Sangue do Cordeiro e que o Senhor dê ordem aos seus anjos para que acampem ao nosso redor. Os anjos só atuarão após a nossa intercessão a Deus.

6ª arma — O Fogo dos Céus ( arma de Ataque — Is. 33:14 e II Rs. 1:12 ).

Essa arma às vezes é usada de forma errada e se confunde o “Fogo do Espírito Santo”que é purificador, com o Fogo dos Céus, normalmente usado contra ataques de demônios, nos lugares ou em parte do corpo ou da alma da pessoa. O Fogo dos Céus queimam os demônios e os afugenta.

Muitos dizem que crente não fica endemonhiado, mas fica sim, basta ter vínculos e pactos não quebrados, para que eles tenham legalidade de até mesmo incorporar e tomar conta de todo o corpo da pessoa ( possessão ).

7ª arma — Unção com Óleo ( arma de defesa — Mc. 6:13 e Is. 10:27 ).

O óleo como arma pode ser usado na libertação quando o diabo oprime a pessoa em partes do seu corpo. Por ser uma arma de defesa, é muito usada nas igrejas.

O óleo pode simbolizar a Unção do Espírito ou o próprio Espírito Santo. No Reino do Espírito algo muito misterioso ocorre quando ungimos uma pessoa. A unção com óleo consagra e dedica a pessoa a Jesus, quebrando todo jugo maligno.

Essas são as armas que devemos usar no dia a dia à fim de que possamos enfrentar as trevas e sair de qualquer cilada do inimigo. Nos lembrando sempre que as 7 primeiras armas são primordiais, para que sejamos Mais que Vencedores.

Ler 1 Samuel 17:45–47.

— Missionária Vânia Cardoso: link http://www.montesiao.pro.br/