A nostalgia do avesso
Rodrigo Teixeira
602

É aquela sensação de que 2006 (ou nem indo tão longe) foi no século passando, as coisas mudaram tanto e tão depressa na última década que romantizar o passado é quase uma forma de fazê-lo parecer mais fácil, pelo menos para mim. Não que ele tenha sido difícil, como você demonstrou bem, nós é que eramos ligados mais no ao no redor do que ao redor de todos os nossos avatares. Excelente texto!

A single golf clap? Or a long standing ovation?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.