Poesia em um sono tranquilo

Dormia um Sono tranquilo
Longe de Qualquer Responsabilidade
Esquecendo se da vida
Que não tinha já tanta felicidade
Sonhava Mergulhar em Profundas Águas
Onde não havia por Longos Momentos Suas Mágoas
Pensava poder viver ao menos por instantes
Minutos Mais valiosos que Ouro ou Diamantes
Acreditava ve-la novamente
Estar com ela frente a frente
Definitivamente com ela em minha mente
A Ela então eu tecia todo e Qualquer Elogio
Com o Brilho das Estrelas eu a Comparava
Estava Feliz pois com ela eu Estava
A tristeza não mais Existia
Quando pude tocar em suas mãos Macias
Me Sentia Leve Como Papel
Era como Voar pra bem Perto do Céu
É um Conforto que Só ela me trás
É Com Ela que me Sinto Em Paz

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.