Ser pai é aprender a lidar com a rejeição

Dificuldades da paternidade. Capítulo de hoje, sozinho em casa na hora de dormir.

Como consolar a pequena que chora pra dormir chamando “mamãe”… e só vocês dois estão em casa? Tem grito, tem coice (sim, bebês dão coice também), tem choro, tem empurrões inconformados.

Até que vem chegando o silêncio. O choro abre espaço pra uns soluços baixinhos, depois os olhos se fecham. É a hora de desarmar a bomba. Um movimento em falso e volta a barulheira. O problema é que todo movimento é em falso e a barulheira sempre volta, mas de leve.

E dorme.

Momento de glória paterna, temos um pai laureado com a estrelinha suprema da paternagem.


Nada nesse mundo prepara os homens pra decepção da rejeição pelas suas próprias crianças. Dói fundo ouvir os gritos e soluços de “mamãe”, toda vez.

Primeiro vem uma certa raiva, depois um desejo secreto de vingança. Pra finalmente chegar um certo desespero de sair correndo em busca da mãe da criança, a famosa solução mais fácil.

No limite, a rejeição sofrida pelos homens, primeiro pela mãe de seus filhos e depois pelas próprias crianças, figura no topo da lista de dores masculinas que machos humanos não sabem lidar. Vem Freud e não explica, vem homem frouxo e egoísta que rejeita as próprias crias e deixa o cuidado a cargo de quem pariu. Essa última, a famosa saída patriarcal padrão.

Vivemos hoje as consequências de pais omissos, incapazes de enfrentar as próprias emoções e a dor da rejeição nos primeiros anos de vida das crianças. O caminho de melhoria nas relações intrafamiliares, até mesmo entre gêneros, requer preparo emocional masculino e doses de desprendimento materno para deixar o macho “na roubada”.

Fica o convite aos pais desse século XXI, sejam não apenas melhores que seus próprios pais, mas olhem com firmeza para essa angústia da rejeição e superem. É só com a presença plena na família que teremos homens e mulheres melhores no futuro.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.