Papo com o Professor: Rogério “China” Ferreira

O inicio da carreira dos atletas de futebol no Brasil não é nas categorias de base e sim jogando na rua perto de casa, e isso não foi diferente com China. Com o sonho de conseguir ascensão financeira e poder ter uma vida mais digna para si e sua familia decidiu se aventurar no mundo do futebol. Primeiro teste foi no Botafogo-RJ. Muitos gols e treinador não prestou atenção no atleta. No Fluminense uma semana para treinar e nada. Como todo brasileiro não desistiu e resolver se aventurar no Vasco da Gama. Em 10 minutos o atleta mostrou que na categoria Juvenil poderia se destacar, mas no outro dia já estava treinando com a equipe principal da equipe e conseguiu firmar seu nome como um jogador de uma carreira de sucesso. China ea Associação tem algo em comum- Apesar das dificuldades deram a volta por cima.Depois de um tempo fora do futebol profissional de São Paulo, o ano de 2016 será a volta da Associação Esportiva Araçatuba a disputa da Segunda Divisão do Futebol Paulista. Para o comando técnico Rogério Ferreira, o China foi chamado. O treinador tem história tanto dentro como fora das quatro linhas e não só no AEA, mas no seu rival Atlético Araçatuba também. Como jogador passou por Atlético Araçatuba, Santos-SP, Vasco-RJ, Hércules entre outros clubes. Na temporada de 1994/95 depois de conseguir a Licenciatura Plena em Educação Física pela Unitoledo de Araçatuba, foi ser treinador da base do Atlético Araçatuba. O treinador também tem licenciatura em Pedagogia, Pós-Graduação em Treinamento Desportivo e Pedagogia do Movimento. Como treinador passou por Penapolense-SP, Araçatuba-SP, Atlético Araçatuba, Libolo-ANG, Acadêmica Petróleos. China é campeão da Segunda Divisão em 2012 pelo Votuporanguense, vice com o Araçatuba, Campeão da segunda divisão de Angola pelo Acadêmica Petróleos e vice com o Libolo. Então confere nosso papo com esse grande profissional:

1-Você já passou por grandes desafios na sua carreira. Dentre os principais destaques podemos citar o Atlético Araçatuba como a primeira experiência como treinador, Secretário de Esporte e Recreação de Araçatuba e a tua experiência no Acadêmica Petrólos e Libolo de Angola. O AEA estava fora das competições oficiais da FPF e recentemente foste anunciado como treinador da equipe, qual a tua expectativa para esse trabalho?

Fui jogador profissional, terminando a carreira fui auxiliar de grandes nomes com jorge vieira , Vadão , Afrânio Riul , treinadores que me aperfeiçoaram o comando , a liderança e leitura do jogo. No Atlético Araçatuba tive uma passagem em 2009 , tinha tido uma temporada em Angola onde aprimorei a formatação de uma equipe nos sistemas europeus , pois mesmo estando na Africa seus treinadores são todos europeus. No Atlético foi difícil pela falta de recursos, mas mesmo assim fomos vice campeões da Série B paulista.

2- Logo na primeira rodada irá acontecer o clássico entre Atlético Araçatuba e Araçatuba. Acredita que essa primeira fase será complicada e qual a expectativa para esse jogo?

A minha expectativa no AEA é ter condições de resgatar o nome da equipe no cenário paulista e brasileiro. Quanto ao clássico da cidade, a gente encara de forma normal como se fosse qualquer outro jogo.

3- Alguns jogadores brasileiros já foram se aventurar em solo angolano, mas recentemente tivemos Rivaldo. Quando surgiu a ideia de ir treinar uma equipe de lá e como foi essa experiência?

A experiência em solo angolano foi muito boa, principalmente para aprimoramento tático. Na Angola eles jogam nos sistemas de jogo da Europa e suas variações. Além de conhecer de frente a realidade de um país africano.

4- Como foi a experiência de ter trabalhado com grandes nomes do futebol brasileiros como Joel Santana, Vadão, Luxa, Antônio Lopes, entre outros? O que aprendeu com eles?

A experiência com comando e posteriormente como auxiliar de grandes treinadores me ajudou a desenvolver a liderança de grupo, leitura de jogo e formas de abordagem. Além de conseguir montar uma esfera positiva para seu grupo.

5- Recentemente surgiu a possibilidade de se criar a Liga de Futebol Paulista, um torneio fora das competições organizadas pela Federação e que contará com a volta do Corinthians-PP ao futebol profissional, qual a tua opinião sobre o torneio?

A liga é um fato novo. Ainda é cedo para falar sobre a liga, é esperar para a ideia amadurecer para ver o que vai acontecer.

6- Tu conseguiu o acesso com o Votuporanguense e com o Atlético Araçatuba á Série A3 do paulista. Recentemente tivemos o Rádium, Primeira Camisa, Ilha Solteira, União São João fechando seu departamento profissional. Como grande conhecedor do futebol paulista o que será que aconteceu com esses clubes?

Hoje alguns clubes possuem dirigentes que não sabem administrar um clube e que não tem nenhuma experiência. Além disso usam o clube como forma de lazer. Quando eles olham a realidade ficam assustados e acabam se afastando. O União São João não teve gestões boas nos últimos tempos e fechou as portas, enquanto seus gestores estão muito bem de vida.

Treinador da Época de Grêmio Prudente
Equipe vice-campeã da Segunda Divisão
Na época jogador do AEA
Treinador do Votuporanguense
Treinou o Novorizontino
China já foi treinador do AEA
Último clube foi o Coimbra-MG
One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.