Que belo comentário!
Lucas Petry Bender
11

Obrigado pela leitura.

Li o seu texto e gostei bastante. Você enriqueceu o sentido do filme. O Jarmusch não parece ser inculto, mas não sei se ele alguma vez imaginou ser interpretado à luz de Pierre Hadot.

Mas esse parece ser o processo natural mesmo: o artista produz a obra e a disponibiliza para a apreciação. E os espectadores sensíveis e inteligentes acabam por enriquecê-la através de sua cultura particular.

Gostei de verdade, parabéns!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.