Porque a Apple parece que morreu junto com Steve Jobs

Antes de mais nada, eu gosto de muita coisa da Apple, mas não consigo fechar os olhos pra tudo de errado que eles tem feito e pensar em todo o valor que Steve Jobs tinha para a empresa como um todo.

Mas vamos aqui imaginar um mundo ideal, você tem um iPhone, um Macbook, um iPad, todos funcionam muito bem e conversam entre si.

Você precisa carregar o iPhone e tá longe da tomada? Sem problemas, só espetar o cabo USB no Macbook e continuar trabalhando.

Passou algumas horas de trabalho e você percebeu que o Magic Mouse está com a bateria fraca, conecta o cabo Lightning e continua trabalhando, assim não perde produtividade.

A noite você chega em casa, e finalmente terá um tempo para transferir aquelas fotos que você tirou na viagem para o Macbook e assim edita-las e depois compartilhar com amigos ou então deixar elas gravadas no HD externo e no seu serviço de Nuvem preferido.

E em um ultimo caso, você quer transferir um arquivo para um amigo e está na rua em um lugar sem wifi disponível, seu amigo está junto com você, você passa o arquivo pro Pendrive dele e pronto, problema resolvido.

Tudo o que descrevi acima parecem coisas triviais, que fazemos no dia a dia sem nem pensar, porque já é natural, fazemos no automático, mas vou dizer uma coisa triste pra você, no atual ecossistema da Apple NADA DISSO É POSSÍVEL.

“Como assim não é possível?”

Os Novos MacBooks só vem com entrada USB-C, que é ótima, tem uma boa passagem de energia e é bem mais rápida que a USB que estamos acostumados e serve pra um monte de coisa, mas tem um problema, o conector do USB-C é diferente.

Na imagem acima mostra como é o USB-C e o que ele substitui, ele é bem util e no futuro será ainda mais, mas ainda assim isso é um problema, como os novos MacBooks só tem porta USB-C (na real é Thunderbolt, mas o conector é o mesmo e usa a mesma tecnologia) você precisa de adaptador pra 99,9% das coisas USB que você quiser conectar nele, e o preço do adaptador? R$119,00 no site da Apple, tu já paga caro em um MacBook (modelo mais básico não sai por menos de R$ 9.000,00 no site da Apple) e ainda tem que gastar em adaptador? Sim e não para por ai.


Vamos ao caso do Magic Mouse que está com a bateria no fim.

Primeiro de tudo, a autonomia da bateria do Magic Mouse é uma merda, pouco mais de 1 mês e ele já tá pedindo pra carregar, isso é muito pouco tempo se comparado a outros Mouse sem fio.

Mas quem dera Deus esse fosse o maior problema dele.

O Magic Mouse não permite que seja carregado enquanto você usa ele, ameno que você faça um buraco na mesa, justamente por causa dessa ABERRAÇÃO aqui:

Sim, o local onde eles acharam que seria uma opção disruptiva de design pra colocar a saída do carregador foi EMBAIXO do Mouse, ou seja, se você está no meio do expediente, você vai ter que trabalhar usando o trackpad do Macbook, o que certamente vai impactar diretamente na sua produtividade, já que você acostumou com o Magic Mouse.

Mas não seria ótimo se os problemas acabassem ai? Mas não acabam.

O Magic Mouse carrega com cabo Lightning, o mesmo do iPhone, ou seja, ELE NÃO É COMPATÍVEL COM OS NOVOS MACBOOKS QUE É ONDE VOCÊ VAI USAR O MAGIC MOUSE. 
Você terá que usar o Adaptador USB que citei acima que cista R$119,00. Não é Magico?

Palmas para a Apple e seus consumidores

Vamos a outra coisa trivial do nosso cotidiano, passar fotos da camera para o Macbook, você faz o normal, tira o cartão SD da camera e pluga no Macbook, mas ai percebe que ele NÃO TEM MAIS ENTRADA PARA CARTÃO SD, DE NENHUM TAMANHO, sem problema, vou procurar aqui o cabo da camera e transferir as fotos por USB, O MACBOOK NÃO TEM MAIS CONECTOR USB ESQUECEU, SE VOCÊ NÃO COMPROU O ADAPTADOR DE 119 REAIS NÃO VAI CONSEGUIR TRANSFERIR AS SUAS FOTOS.

“Mas não seja chato, é só comprar um adaptador pra conseguir conectar meu cartão SD ao MacBook.”

Com a mesma cara que o Rigby tá fazendo na GIF acima eu te digo, oficialmente este adaptador NÃO EXISTE, você terá que caçar um adaptador para conectar seus cartões SD no MacBook e eles terão que ser USB-C, boa sorte na procura.

E no ultimo caso trivial e cotidiano que coloquei no texto, então se fudeu e bonito, pra conectar um simples pendrive USB de 30 reais no seu poderoso Macbook você terá que comprar o Adaptador USB-C para USB que custa 119 reais no site da Apple.

Você pode comprar um Pendrive com conector USB-C, mas ele está saindo na média de 36 dólares no site da Amazon.


Mas sério que tu fez esse textão só pra falar mal da Apple?

Olha que eu acho que esse texto ainda tá na metade.

Voc6es já devem ter ouvido falar da Apple Pencil, que é a caneta Stylus da Apple pra usar no iPad, ela é muito boa, tem vários níveis de pressão, o que é excelente para quem trabalha com criação, mas ela tem uma bateria interna pra fazer tudo isso funcionar bem, e sim você está vendo o problema chegando e eles está chegando mesmo.

Alguém pode me explicar essa atrocidade?

Aonde que faz sentido deixar a Apple Pencil conectada assim no iPad, e se o iPad estiver no canto da mesa, a Apple Pencil vai ficar no ar, sujeita a qualquer impacto acidental que possa inutilizar ela e ainda danificar a entrada Lightning do iPad ou até danificar o próprio iPad em uma eventual queda? Aonde que em matéria de design e usabilidade isso faz sentido? Me diz.

Pelo menos carrega rápido né.


Agora vamos falar de fones de ouvido.

Sim, fones de ouvido, o problema deles não é no iPhone 7, vem comigo que vocês vão entender, ou não, porque eu não entendi.

Apple comprou a Beats, uma fabricante de fones de ouvido ruins e só quem ouve música eletrônica gosta, muitos questionaram porque ela fez isso, mas digamos que até hoje ela não mostrou porque, já que seus fones ainda continuam fazendo somente o básico e são feios, os da beats pelo menos são OK em beleza.

Em Setembro ao anunciar o iPhone 7 a Apple mostrou que mesmo vinha sem entrada para fone de ouvido porque o iPhone precisa ser fino como um papel e manter uma bateria merda para continuar vendendo.

Gerou uma grande discussão sobre a opção de não manter o conector P2 no iPhone, retirar esse conector faz um pouco de sentido sim, já que em todo o corpo do iPhone essa era a unica coisa analógica dele, todo o resto funciona digitalmente.

Mas a Apple anunciou o iPhone 7 e o iPhone 7 Plus, precisava tirar o conector P2 dos dois , na minha opinião não.

Não existem tantos fones de ouvido com conector Lightning no mercado e fones bluetooth ainda lutam para se popularizar.

E aqui vem um problemão para você, imagine que você comprou um iPhone 7 e tá felizão com ele, afinal é um puta smartphone, talvez até com o Hardware melhor que o computador que você tem em casa ou no trabalho (não é sarcasmo, apensar dos pontos negativos, acho o iPhone um puta celular foda) ai você usa nele o fone de ouvido com conector Lightning que veio com ele já que não quer pagar MIL E QUATROCENTOS REAIS nos Airpods, ai você foi ouvindo música do trabalho e chega na sua mesa e quer continuar ouvindo música no seu MacBook, então o fone que você usa no iPhone não é compatível porque o novo (e o velho também) MacBook não tem entrada Lightning, mas você não está totalmente perdido, o novo Macbook manteve a entrada P2 de fone de ouvido, mesmo com a Apple dizendo que não precisaríamos mais dela, ou seja, lá vai você ressuscitar o bom e velho fone de ouvido com cabo P2 pra ouvir musica no seu Macbook de 9mil reais.

Percebem que as decisões não seguem uma logica, uma coerência?

“Mas perae, você tá dizendo que se eu quiser ouvir musica no MacBook Pro com o Fone com fio do iPhone 7 eu não vou conseguir de nenhum jeito?”

Acertô miseravi


A Apple sempre foi conhecida por acertar em cheio quando o assunto é Design, mas muitas das coisas que apontei acima, são antes de mais nada falhas de Design e vou falar de mais uma falha.

Um case com bateria, vai inevitavelmente deixar seu iPhone mais “gordinho”, mas ainda assim é bom manter o visual do iPhone, mas ai vai a Apple e lança isso:

Parece que a case deixa o iPhone com um Tumor na traseira. Essa Smart Battery Case funciona bem, tem carregamento inteligente, mas puta merda, precisava ser só um calombo no iPhone, tem outras cases com bateria no mercado que não são feias assim.

Ainda falando de baterias e iPhones, é um consenso que a bateria do iPhone é uma porcaria, enquanto temos Smartphones que brigam no mesmo segmento do iPhone vindo com baterias de 3600 mAh, o iPhone 7 vem com bateria de míseros 1960 mAh e isso porque ela a cada ano deixa o iPhone mais fino, deixando assim cada vez menos espaço para uma bateria que realmente leve o iPhone por um dia inteiro longe da tomada.

É o tipo de atitude que não se justifica, ainda que seja legal um Smartphone fino, não precisamos de smartphones mais finos, se for feita uma pesquisa certeza que a maioria vai pedir um iPhone alguns milímetros mais grosso, mas com uma bateria com o dobro da capacidade.


Agora vou fazer a ultima reclamação que é em relação ao cabo Lightning e os cabos de fones de ouvido.

Você já viu algo mais fragil que os cabos que a Apple vende?

Coisa mais facil é ver ponta de cabo Lightning que com a ponta danificada, com mal contato, ou fone de ouvido com ponta descascada ou com mal funcionamento.

Se digitar cabo iphone quebrado não é dificil achar diversas fotos de cabos com a ponta danificada, aqui vão alguns exemplos.

Tem gente que pra proteger o cabo, deixa a ponta parecendo um baseado.

E mesmo assim não adianta, o cabo vai dar problema hora ou outra.

Eu trato muito mal os cabos Micro-USB que eu tenho, mas nenhum deu problema até hoje, todos estão inteiros e funcionando, então não é falta de cuidado que provoca esses danos aos cabos de iPhone.


Apesar de tuuuuuudo que falei nesse texto, eu gosto da Apple, a Apple do Steve Jobs.

Ele era um filha da puta, que tratava mal seus funcionários, que achava de boa ter uma fabrica na China que emprega crianças pra trabalhar em turnos maiores que o seu, mas além disso, ele era um homem de boas ideias e sua chatice fazia a empresa nunca parar de inovar, fazendo com que todos corressem atrás dela, mas hoje isso mudado, a empresa tem tomado decisões cada dia mais duvidosas, até em Design ela está deixando de ser referencia, sendo que sempre esteve muito a frente dos seus concorrentes.

E pra finalizar (se é que alguém ainda tá lendo este textão), olhe o vídeo abaixo, há alguns anos atrás eu imaginaria a Apple apresentando este produto, exatamente deste jeito que tá no vídeo, mas parece que a inovação veio de onde menos se esperava.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.