Como Seus Amigos Influenciam na sua Renda Mensal

“Me diga com quem andas e te direi seus hábitos financeiros”

Você já deve ter escutado aquela história de “você é a média das 5 pessoas que você mais anda”. É algo que o Jim Rohn costumava falar, e é verdade.

Pessoas próximas da gente nos influenciam (assim como nós influenciamos elas) quer você goste disso ou não.

A grande pergunta é: eles te influenciam de uma maneira positiva ou negativa?

Se for de uma maneira negativa, que te afasta dos seus objetivos e atrapalha ser quem você quer ser, existem algumas formas de lidar com a situação:

1) Trazer essas pessoas próximas para o seu mundo — Se você está nessa jornada de desenvolvimento pessoal, buscando coisas saudáveis e boas, por que não trazer seus amigos juntos? Incentive eles a mudarem também, seja na vida financeira, ou talvez um hábito de alimentação ou saúde, ou algo do tipo .

2) Se distanciar — não é a mais legal, mas em último caso pode ser necessário. Não é uma decisão fácil.

3) Limitar a influência — na verdade a ideia aqui é limitar o tempo que você passa com pessoas que possuem hábitos negativos. Procure passar mais tempo com aqueles #amigos que são ‘boas influências’ e menos tempo com os que não são ‘tão boas influências assim’

4) Aumente suas conexões! Conheça pessoas novas — Faça novas amizades com pessoas que já são bem sucedidas (mentores) ou que estão nessa caminhada e buscando os mesmos objetivos que você, pois assim um irá ajudar e motivar o outro. E no caso do mentor, ele vai te ajudar a seguir o “caminho das pedras”.

Faça uma reflexão — quais amigos estão alinhados com os seus objetivos e quais não estão?

Abraços!

Leonardo Rocha, Consultor Financeiro, Economista e Empreendedor

Se você gostou, compartilhe e me siga nas redes sociais!

Facebook | Instagram | Twitter | YoutubeSite