Será Que Apenas Ganhar Mais Dinheiro é a Solução Para os Seus Problemas Financeiros?

“If someone hands you a million dollars, best you become a millionaire, or you won’t get to keep the money.” — Jim Rohn

Cerca de 56% das famílias brasileiras estão endividadas. Talvez você faça parte dessa estatística, ou já fez parte dela ou até mesmo conhece alguém que faça parte. De qualquer forma, muitos acreditam que se essas pessoas ganhassem mais elas poderiam resolver esses problemas financeiros.

O mesmo pensamento ocorre com pessoas que não tem dívidas, mas não conseguem guardar dinheiro. Ficam sempre ali no “0 a 0” no final do mês. Não tem dívidas, mas não sobra nada porque gastam tudo.

Em parte, ganhar mais poderia ajudar sim essas pessoas, e existem tipos diferentes de “0 a 0” e endividados, mas isso não vem ao caso hoje. Quero falar sobre o pensamento de que você precisa ganhar mais dinheiro para resolver seus problemas financeiros de modo geral.

Mais dinheiro não vai resolver TODOS os seus problemas. É claro que ganhar mais é importante e você deve buscar isso, inclusive eu defendo que essa é uma das formas mais inteligentes de alcançar seus objetivos financeiros.

É muito mais fácil acumular 1 milhão ganhando R$30.000,00 por mês do que ganhando R$3.000,00 por mês.

Porém se o que ganha 30 mil por mês, gasta 30, 40, 50 mil por mês, do que adianta? (Já atendi e ajudei clientes nesse perfil, caso você duvide da existência desse perfil rsrs).

Nesse cenário o que ganha 3 mil e gasta apenas 1,5 mil por mês está numa situação melhor de fluxo de caixa e tende a acumular capital enquanto o primeiro tende a acumular dívidas. Matemática simples.

Se o padrão da pessoa é gastar mais do que ganha, o aumento da renda dela vai resultar apenas num aumento do padrão. Ela precisa mudar o hábito de consumo e seu estilo de vida. Ela precisa mudar sua mentalidade financeira. Caso contrário ela vai ganhar 50 mil e vai gastar 60 mil. Vai ganhar 60, vai gastar 70. E por ai vai. O mesmo se aplica a valores de ganhos menores como 2 mil, 3 mil etc.

PS: Se a pessoa ganha tão pouco que mal consegue sobreviver e pagar as contas (não os luxos, as contas mesmo) é outro cenário e não é dele que estou falando aqui.

O exemplo típico desse pensamento é o do ganhador da loteria que perde tudo após algum tempo. O enriquecimento súbito e a incapacidade de administração do patrimônio muitas vezes levam as pessoas ao descontrole financeiro.

Cerca de um terço dos ganhadores de loteria vão à falência apenas alguns anos depois de receberem os primeiros milhões, segundo pesquisa realizada nos Estados Unidos.

Mais dinheiro muitas vezes apenas expõe nossas falhas humanas. E também acentua o padrão, mentalidade e inteligência financeira que possuímos.

Qual a solução então? Você precisa se tornar uma pessoa com habilidades financeiras melhores e aprender a lidar com o seu dinheiro. Você precisa entender que seu dinheiro deve ser aplicado em ativos financeiros que te geram renda ao longo do tempo e ajudam você acumular patrimônio; precisa aprender conceitos de finanças pessoais e investimentos.

Você pode aprender comigo ou com outros pela internet a fora.

Mas para ter o sucesso financeiro que você deseja, você precisa se tornar uma pessoa que seja capaz de atingir esse sucesso.

Sendo assim mais dinheiro resolve o problema? Em partes, mas só resolve se você sabe lidar e ter a inteligência financeira necessária para alocar de forma ideal esse recurso ‘extra’. Do contrário, a tendência é apenas agravar o cenário atual de consumo e dívidas.

“Um louco e seu dinheiro fazem uma grande festa.” — Robert Kiyosaki em Pai Rico, Pai Pobre

Até o próximo artigo!

Leonardo Rocha, Consultor Financeiro, Economista e Empreendedor

Se você gostou, compartilhe e me siga nas redes sociais!

Facebook | Instagram | TwitterYoutube