Você é um Investidor ou um Consumidor?

Quem é você?

Existe um duelo na sua mente entre duas filosofias de pensamento que ocorrem a todo momento. Pense nelas como dois seres humanos distintos. Vou chamá-los de Investidor x Consumidor.

O seu ‘eu’ Consumidor, é aquele cara que quer curtir o momento presente, quer aproveitar a vida e os prazeres momentâneos. Se esse sujeito dentro de você tivesse uma tatuagem, com certeza ele tatuaria “Carpe Diem”, “ Bon-vivant”, ou algo do tipo.

Já o seu eu “Investidor” é aquele que se preocupa com o futuro, o que se planeja e se prepara para eventos futuros, deixa de usufruir prazeres momentâneos em prol de um futuro melhor.

A mentalidade do investidor é: deixar de consumir hoje, para no futuro ter um poder de compra maior. Deixar de ter o bem-estar e prazer hoje para no futuro ter um bem-estar e prazer maior e melhor.

Isso exige disciplina e coragem. Não é fácil.

Apesar dos termos Consumidor e Investidor já nos remeterem às finanças pessoais, esse duelo de ‘filosofia de vida’ ocorre em TODAS as áreas da sua vida. Pense bem. Quando você sacrifica a dieta para comer um doce você está agindo como um “Consumidor”. Quando resiste a uma tentação de comer um doce para conseguir perder peso você está sendo um “Investidor”. E por ai vai, você entendeu a ideia.

Nossa tendência como ser humano é sempre ser mais Consumidor do que Investidor, dado as diversas incertezas que a vida nos proporciona, temos essa tendência de consumir tudo hoje e aproveitar o agora, porque não sabemos o que irá acontecer conosco amanhã.

Obviamente, a longo prazo, o investidor é o que vai te trazer mais resultados positivos na sua vida. A vida é um “investimento de longo prazo”. Porém a vida também é extremamente imprevisível, como já citei. É importante aproveitar o dia e curtir a vida sim, afinal não sabemos quando iremos morrer.

Sendo assim qual dos dois deve prevalecer em você? Acredito que você deva manter uma relação de 80% do tempo pensando como Investidor — 20% como Consumidor ou 70%–30%. Mas isso é só o que eu penso. Cada um vai determinar como vive sua vida.

Veja bem, eu disse “80% do tempo PENSANDO como um Investidor”.

Não estou falando para você gastar só 20% da sua renda e guardar 80%! Não é isso que estou querendo dizer. Quando digo para ser 70%-80% Investidor, é guiar suas decisões na vida, seja em qual área for, 70%-80% das vezes como um Investidor. Como alguém que está disposto a sacrificar o presente em prol de um benefício maior no futuro. Seja qual for o benefício.

E 20%-30% das vezes agir com base apenas no presente e nos resultados imediatos, pensando como um Consumidor.

Se não consegui deixar claro, por favor comente suas dúvidas!

Agora trazendo para o lado prático das finanças pessoais.

Se você tem dificuldades em juntar dinheiro (agir como um investidor), crie um sistema de poupança automático, que faça você investir o dinheiro automaticamente todos os meses. Assim você consegue vencer a sua tendência natural de gastar tudo. Existem bons investimentos que fazem débito automático, se quiser conhecer mais sobre eles fale comigo!

Aliás a forma mais fácil de vencer a tendência Consumidora em nós é sempre facilitar a atividade Investidora. Se você quer parar de comer doces evite ficar próximo de doces, de comprar doces. Elimine os doces da sua casa.

Se você não consegue se controlar com o cartão de crédito se livre dele, ou congele ele dentro de um pote cheio de água, para que ele fique num estado de “difícil acesso”. Você entendeu a ideia.

Facilitando o comportamento do Investidor (débito automático para o investimento é uma forma de facilitar, por exemplo) e dificultando a atividade Consumidora, você consegue alcançar resultados e transformações incríveis na sua vida.

Uma coisa que aprendi com o Empreendedor Brasileiro Érico Rocha, é que muitas coisas na vida são simples, mas não são fáceis. Pra mim, entender esse conceito foi muito poderoso. É simples ser um investidor, mas não é fácil.

Exige disciplina. E como diria Legião Urbana:

“Disciplina é liberdade”

Até o próximo artigo!

Leonardo Rocha, Consultor Financeiro, Economista e Empreendedor

Se você gostou, compartilhe e me siga nas redes sociais!

Facebook | Instagram | Twitter | YoutubeSite