Linhas brancas, casa vazia, sensações quentes, não há paz.

A onde é que se encontra o equilíbrio? A onde é que o anseio pela vitória fica? Como é que as pessoas que se consideram vitoriosas chegaram ali? Esforço? Coragem? Força? Força de vontade?

Me pergunto isso com muita frequência, na verdade me pergunto isso a maior parte do tempo, em vida, nada é solução. Mas ela existe de alguma forma e parece que sempre tenho que tá atras de uma coisa ou outra. Difícil mesmo é quando eu não consigo alcançar. E quando ela vem. Ela não vem como desejado… Se esse texto fosse a biográfica da minha vida, escreveria não sobre mim, mas sobre as pessoas que tiveram sorte ou deram sorte. Eu quero ser sortudo, pelo menos um dia na minha vida, e lembrar que a vitória tem um gosto de paz sem fim. Vivo num momento onde não existe inspiração. E eu ouço com atenção: “Vocês tem que saber sobre aquilo que procura!” “Tenha sonhos!” “Tente mudar!”. Não lembro de um dia, que eu mentalmente construi essa ideia de autossuperação, ela é bem sólida. Ela é meu grande equilíbrio. Eu almejo pelos meus momentos felizes, além de tudo, aqueles momentos que me fazem completos de certa forma…

Eu nunca construi nada, eu me pergunto se um dia eu vou ter tempo de fazer isso. Esse desejo queima, eu sei que a transformação vai chegar.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Levi Rodrigues’s story.