Lançamento de um produto: Como fazer? O que fazer?

Fábrica de Resultados

Soltar um produto novo no mercado pode te ajudar a alavancar seus negócios, mas, para isso, é necessário que você tenha alguns cuidados para poder lançá-lo de forma correta para não “queimar” o que tem nas mãos.

Então, a necessidade de planejamento, para a produção e lançamento de qualquer produto, impõe que essas etapas sejam precedidas pela definição do conceito do produto e pelo teste do produto junto a um grupo de consumidores.

Por isso preparei este post para você perceber como lançar um produto no mercado. Simbora!

Descubra se há interesse

Lançar um novo produto amparado no sentimento ou nas concepções do dono pode ser um erro fatal. Por isso, a ideia do novo item pode vir de uma necessidade do mercado ou mesmo por ter habilidade em produzir aquilo. O processo mais natural é detectar uma oportunidade e, depois, investigar se há mercado para isso.

Mesmo sem condições de fazer uma pesquisa muito elaborada, nesta etapa, você deve conversar com pessoas que conhece, clientes e até funcionários para entender se o seu produto tem lugar no mercado.

Defina o público-alvo

Antes de tudo, você deve pensar a quem este produto deve atrair. Essa parte é meio trabalhosa e levará um tempo até que você consiga, mas saiba que, uma vez definido, a probabilidade de conseguir compradores somente aumenta.

Algumas estratégias para essa definição partem inicialmente da pergunta “qual região que o meu público está localizado? ”. Depois de conseguir essa resposta saiba que esse é o público alvo que deve receber mais atenção ao criar o marketing de seu novo produto. Consumidores dessa idade, gênero e classe social e econômica serão mais receptivos à nova ideia e muito provavelmente comprarão seu produto ou serviço.

Estratégia de Cinema

Sabemos que o produto tem mercado, e qual público que terá interesse. Agora é só lançar, certo? ERRADO.

Não posso chegar e simplesmente lançar um novo produto no mercado. Isso porque lançar um produto novo sem preliminares é como se você quisesse entrar em um restaurante e começar sua refeição pelo cafezinho. Não faz sentido!

Assim como no cinema, é necessário fazer um Teaser. Nenhum filme de sucesso é lançado antes de um Teaser e Trailer. Mesmo estando pronto, ele precisa gerar expectativa no público para que aí então ele seja lançado!

Vamos ao exemplo do último filme do Star Wars Rogue I. O trailer oficial do filme foi lançado mais de 4 meses antes do filme ser lançado, tanto que quando chegou o filme o trailer já tinha mais de 30 milhões de views!

No Facebook, nos últimos dois meses antes do lançamento foram feitas mais de 50 posts com média de interação de 1500 pessoas por postagem. Além disso, foram cerca de 24 vídeos com mais de 15000 likes por cada um.

Tudo isso para aí então lançar o filme que foi sucesso de bilheteria. Para você ter uma ideia, toda essa estratégia atraiu, até o dia 22 de dezembro, mais de 961 mil pessoas para ver o filme transformando-o na maior bilheteria do ano (o segundo colocado em bilheteria ficou em torno de 131 mil espectadores)

Exclusividade e benefícios

É muito importante frisar que é sempre bom trazer estratégias para ativar gatilhos nas pessoas. Voltando ao exemplo do cinema, você já percebeu que as estreias de todos os filmes estão sempre lotadas? Não é só por conta da pipoca grátis, que é também um benefício, mas a maior causa disso é que o público quer se sentir exclusivo e único. Por isso eles vão para as estreias: para poder se “diferenciar” dos demais.

A verdade que essa estratégia, que deve ser empregada em seu produto, ativa o gatilho da escassez. Esse é um dos gatilhos mais poderosos em estratégias de lançamentos de produtos e serviços porque limita o número de pessoas e traz o sentimento de diferenciação que é inerente a nós.

Hora do Rock!

Depois de fazer todo o reconhecimento de campo, definir o seu público-alvo, lançar preliminares e teasers e criar exclusividades e benefícios, está na hora de lançar o seu produto.

Coloque todas as peças de sua campanha (vídeos, posts, textos, etc.) para todos os locais de distribuição que você conhece. Lembre-se, todas essas peças devem lembrar da data de lançamento e dos benefícios e exclusividades dos primeiros que compram.

A dica aqui é separar 30% de toda a sua verba de campanha para este momento e pulverizá-la por toda a lista de público montada com as campanhas prévias. Isso porque você quer que todos vejam e queiram comprar.

Se você adotar todas essas estratégias de maneira estruturada e de acordo com um cronograma é só esperar e correr para o abraço. Seu produto vai dar retorno e pode até, quem sabe, se consolidar no mercado.

www.afabricaderesultados.com.br/blog