0s “6 passos” para remuneração pela produção de conteúdo na internet, sem utilizar propagandas — Steemit Brasil

Esse post foi originalmente escrito na Steemit, para acessar basta clicar aqui.

Introdução

Quem me conhece sabe que nos últimos anos venho pesquisando (e praticando) sobre o tema de como interagir em rede (ou de forma exponencial e abundante).

Tudo começou com a casa colaborativa Transborda92, oriunda da Catete92, em que se visava aplicar, na prática, um modelo baseado no paradigma da abundância.

Como um curioso do assunto, pretendo escrever vários textos e trazer colocações de outros autores. Porém, esse não é o foco desse post, de maneira que não vou me estender sobre assunto, trazendo só alguns pontos:

Basicamente, quanto mais inclusivo, maior a diversidade! E quanto maior a diversidade maior o campo de possibilidades e isso gera um ambiente exponencial, em que soluções e caminhos infinitos podem ser criados.

Os próprios coworkings ficaram tão populares justamente por sentirem um gostinho dessa exponencialidade, por colocar no mesmo ambiente pessoas com áreas de conhecimento diferentes. Em um ambiente abundante, não faria muito sentido limitar pessoas em áreas de conhecimento específicos, mas como as organizações tradicionais se estruturam dessa forma, apenas de misturar essas áreas pré-definidas já gerou diversas inovações.

Uma evolução das experiências que foram possíveis de ser experimentadas nas casas colaborativas, está na Prospera, uma organização com objetivo de possibilitar a manifestação do trabalho em rede (exponencial).

Também, não é a intenção dessa postagem aprofundar muito sobre a Prospera em si. Tenho muito desejo de compartilhar as minhas percepções sobre essa vivência, mas em outros momentos (quem quiser saber mais sobre o surgimento, pode ler aqui), de modo que só vou trazer um brevíssimo resumo (quem tiver interesse fique a vontade de perguntar mais nos comentários ou entrar nos grupos de interação que serão passados adiante).

No ambiente em rede, não existe separação entre nós e eles, só existe o NÓS que é formado por cada NÓ, que é cada pessoa da rede.

Então, existem as pessoas que se juntam em comunidades para interagir sobre assuntos/temas de interesse e descobrir/criar objetos, que são as fontes de receita, que buscam a remuneração de cada NÓ envolvido no objeto. Como na Prospera não existem decisões coletivas, apenas individuais, o NÓ decide quanto colocar para o coletivo, na Poupança Coletiva Distribuída — PCD, que é um contrato inteligente (smart contract) no Blockchain do Ethereum da criptomoeda Prosper (Também sugiro entrar nos grupos de interação para saber mais).

Steemit Brasil — Objeto Prospera

Feita essa introdução, chegamos ao objetivo desse post!!

Um dos objetos dentro da Prospera é o Steemit Brasil, que é um objeto visando o fortalecimento da comunidade brasileira dentro do Steemit, permitindo que as pessoas que produzem conteúdo de relevância, em português, possam ser remunerados por isso, sem precisar recorrer a propaganda, como é feito habitualmente na internet.

Como esse post visa alcançar pessoas em diferentes estágios de utilização desta plataforma, vale descrever um pouco sobre o que é o Steemit:

É uma plataforma, baseada em blockchain, que remunera, através da criptomoeda Steem, produtores de conteúdo e as pessoas que fazem a curadoria deste conteúdo (votam — como “curtir” do facebook). Quanto mais votos tem um post, mais steem recebe, sendo que 25% vão para as pessoas que votaram, proporcionalmente para quem votou primeiro.

Talvez o tema de blockchain e criptomoedas seja desconhecido para muitos que estão lendo, o tema, que também quero muito explorar, tem muita informação no próprio Steemit, porém, neste momento, só queria pontuar que o blockchain (e as criptomoedas) por suas características inerentes, como descentralização, trocas ponto a ponto (peer to peer), transparência (opensource) e afins, é uma ótima ferramenta para uma experiência exponencial e, portanto, para criação de prosperidade em rede, como mencionado anteriormente.

Para quem é esse post?

O compartilhamento desse post visa alcançar o máximo de pessoas, dentre eles imagino os seguintes grupos:

  • Produtores de conteúdo no Steemit — Pessoas já estão postando em português na plataforma, para que possam se engajar nessa proposta de aumentar a comunidade brasileira dentro do Steemit, de modo que os seus posts sejam melhor remunerados, em razão do voto de mais pessoas lendo o conteúdo. Quanto mais pessoas pensando e interagindo, mais ricas e sofisticadas são as soluções para alcançar esse objetivo.
  • Produtores de conteúdo de outras plataformas — Pessoas que estão escrevendo em português em outras plataformas (ex. Medium), compartilhando conteúdo de alta qualidade, sem ser remunerado por isso. Para esses, é importante que esse post tenha uma explicação mínima do que o Steemit.
  • Pessoas que gostariam de produzir conteúdo e não estão — Todas as pessoas tem muito para compartilhar, e trazendo a possibilidade clara de ter uma remuneração de acordo com a relevância para o conteúdo, pode, e assim espero, animar várias pessoas a começar a produção de conteúdo.
  • Pessoas que não querem produzir conteúdo, mas adoram ler e estudar — Importante também mostrar uma alternativa que adoram pesquisar (assim como eu), que existe a possibilidade de fazer isso e ainda ser remunerado por isso.

Não se resume apenas a isso, mas imagino que os que terão mais interesse em se engajar seriam essas pessoas.

Os “6 passos”

Antes de mais nada, queria esclarecer o porque do uso do “6 passos” (com aspas) no título e subtítulo.

O primeiro ponto é que a utilização de números e listas são muito recomendadas no marketing digital, por supostamente aumentar o acesso e o interesse (digo supostamente porque não tenho experiência própria, apenas a experiência de ler sobre a experiência de outros… rs). Assim, como o post visa atingir mais pessoas possíveis, se essa informação estiver certa, será útil para o número de alcance, inclusive daqueles que produzem textos e conhecem essas indicações de escrita. Por este motivo, acreditei ser uma boa estratégia ficar, pelo menos a primeira vista, em uma forma comum aos textos da internet.

Por outro lado, as aspas vem quebrar a ideia que exista uma receita ou um caminho a ser seguido por todos. O que vou trazer adiante são pontos importantes, na minha percepção, para a criação de comunidade, sendo UMA estratégia para o fortalecimento mútuo de todos que quiserem fazer parte. As aspas, portanto, vem para diminuir o caráter apelativo dos textos de marketing, que são estruturados para o convencimento, o que pouco tem a ver com o ambiente diverso e inclusivo.

Desta forma, os itens abaixo foram pensados para fomentar uma comunidade dentro do Steemit, para que a produção de conteúdo em português (Brasil) tenha mais relevância dentro da plataforma.

1. Cadastro no Steemit

Basta acessar www.steemit.com e clique em “Sign up” no canto superior direito. Depois basta seguir os passos para completar o cadastro.

Vale ressaltar que ao se cadastrar você estará apto a votar nos posts! Então, mesmo que não tenha interesse em produzir conteúdo, votando no conteúdo que gostar você ajuda o amiguinho que escreveu e ainda é remunerado por isso!!!!

É importante guardar sua senha em algum lugar, pois não é possível recuperar depois!

2. Seguir comunidade brasileira no Steemit

Nas redes sociais tudo se resume a interagir com as outras pessoas. Essa é a razão inclusive para toda a ideia do Steemit Brasil, aumentando as possibilidades de interação e quebrando-se a barreira da linguagem para o campo.

Como estou focado em fomentar e expandir a participação dessa comunidade na plataforma, para encontrar as pessoas que fazem parte, basta acessar: www.steemit.com/@lucasportella e clicar em “follow”.

Depois acesse as pessoas que estou seguindo em “following” e clique em “follow” para seguir cada uma.

Não esqueça de sempre olhar seus seguidores em “followers”, dando “follow” também, assim os que chegaram depois e seguiram esses passos também serão incluídos.

3. Grupo de Facebook — https://www.facebook.com/groups/117050778974875/

Foi criado um grupo de Facebook para que pessoas que ainda não estão na Steemit possam ver e se interessar sobre a plataforma, também perguntar e tirar dúvidas com toda a comunidade brasileira.

Também permite que sejam postadas ideias ou mesmo compartilhados posts do Steemit, dando maior visibilidade para quem ainda não acessa o steemit com frequência.

4. Grupo de WhatsApp — https://chat.whatsapp.com/DC8zNEV1l8eFJlmyLxk3YU

O grupo é mais uma forma das pessoas interagirem e pensarem em formas de se apoiar na ferramenta Steemit, seja através de compartilhamento de ferramentas, de ideias, tirando dúvidas… enfim, livre interação.

A vantagem dos aplicativos de mensagem direta é que não se fica preocupado em entender um histórico passado antes de interagir, portanto, as relações acontecem diretamente no presente e isso permite que outras possibilidades.

5. Curadoria

De vez em quando, entrar no Steemit e olhar sua “home” para ver os novos posts e votar neles.

Aqui é importante destacar que todos tempos um marcador chamado “Vote Power” (Poder de voto), que é um valor em porcentagem, que começa em 100%.

A cada upvote (voto ou “curtida”) que é dado, são gasto 2% da porcentagem total atual. Por exemplo, se você tem 100% e usa um upvote, seu vote power vai pra 98% (pois 2% de 100% é 2), se o seu vote power estiver em 50% e você usa um upvote, ele vai cair pra 49% (pois 2% de 50% é 1).

Vale a pena se aprofundar mais no assunto, mas no momento o que queria deixar registrado é que, tendo em vista a dinâmica de 2% explicadas acima e que você recupera vote power gradualmente com o tempo, cerca de 20% por dia, podemos votar entre 10~12 vezes por dia, para depois de 24h o votepower estar novamente completo.

Logicamente se você não pretende entrar todo dia pode adotar outra estrategia, como votar até quase zerar seu votepower e depois ficar 5 dias sem entrar… depende de cada um procurar o que melhor se encaixa.

É possível conferir seu vote power em https://steemd.com/seulogin — Ex: https://steemd.com/@lucasportella

6. Produção de conteúdo

Escreva posts quando sentir vontade apertando no botão “Submit a Story”. Os seus posts irão aparecer nos feeds de todos que seguiram o passos.

Uma dica, para o primeiro post é fazer um descrição sua e colocar uma foto sua (depois pode utilizar o endereço para incluir no seu perfil). No final utilizar a tag #introduceyourself costuma visibilidade. Só com isso, você já pode experimentar a plataforma e ver o retorno. Eu não usei no meu primeiro post porque não sabia.

O pessoal do @camoes sugere usar a tag #pt caso venha escrever em português. Acredito que nos grupos de interação podemos combinar outras tags que acharmos interessantes, o mais importante é ter massa crítica (pessoas suficientes) para fazer alguma diferença.

Conclusão

Além da questão de mais de votação dos posts brasileiros, de modo geral, as criptomoedas se valorizam quando mais pessoas se interessam por ela. Sendo assim, é de interesse geral que mais pessoas passem a utilizar o Steemit.

Espero ter sido útil e estar fazendo a minha parte para que a utilização aumente cada vez mais, também espero ter ajudado para que as pessoas se sintam mais confortáveis de se cadastrar e fazer parte do Steemit e também para conversar e trocar uns com os outros nos diversos canais de interação que foram apontados.

Fico aguardando você!