Amores Distantes

Uma vez, em algum lugar, eu ouvi que um banho tem o poder de lavar o corpo e a mente. Me permiti ser egoísta por alguns minutos, ignorei a crise hídrica que assolou minha cidade no último ano e tomei um longo banho. Me permiti pensar, sonhar e imaginar as coisas como elas deveriam ser — pelo menos pra mim. Tudo isso enquanto um chuveiro quente banhava minhas costas como uma cachoeira lava nossas energias.

Tirá-la dos meus pensamentos é um luxo à qual não me permito mais, não que isso seja uma espécie de obsessão, mas eu ainda pretendo levar em consideração o meu juramento e fazê-la sorrir todos os dias, mesmo que isso seja humanamente impossível, ainda assim, continuarei tentando, mesmo falhando vez ou outra.

Também não posso ignorá-la, não posso ignorar os 409 km que nos separam. Não posso ignorar o meu bolso que não dá conta de vê-la tanto o quanto eu gostaria. Não posso ignorar o fato de que mesmo distante temos todos os problemas de casais “normais”. Brigamos, nos machucamos, somos infantis por vezes, egoístas e sequer temos a oportunidade de terminar nossas discussões com tórridas noites de amor.

Quando você se depara com situações como esta, fica claro como a vida pode ser injusta. Nunca fui do tipo que acredita em justiça divina, ou que o destino reserva um final feliz a todos nós. Mas eu sempre acreditei ser dono da minha própria vida, e só eu, apenas eu, posso decidir que rumo dar a ela.

Da mesma forma que mando em minha vida, mando em meus pensamentos. Mas me engano, trapaceio comigo mesmo, não me dou conta de que, às vezes, estar comigo seja mais difícil do que eu acredito ser. Talvez eu não tenha entendido que meus pensamentos podem ser o meu pior inimigo. Principalmente neste exercício de confiança que é amar à distância.

À distância, ela sempre estará presente, pelo menos em um futuro próximo, enquanto nossos sonhos não se tornam realidade. Mas se você quer saber o que eu acho de tudo isso? De toda essa angustia? Da saudade? Da dor?

Eu lhes digo: foi o melhor presente que a vida me deu. Porque à distância não é nada, quando ela significa tudo. Sempre valeu a pena e sempre valerá. Porque mesmo quando parece que não vai dar certo, você sabe que dará.