Quero trabalhar com moda, e agora?

Desde os 14 anos eu tinha uma certeza sobre a minha vida profissional: eu iria trabalhar com moda. Passei o meu ensino médio todo focando no vestibular pra design de moda. Até que eu comecei a faculdade de design de moda… e descobri que aquilo não era pra mim.

Sempre gostei de desenhar, me interessava por história da arte, desenha figurinos que eu via no Oscar e criava muitos outros da minha cabeça. Mas definitivamente a vida de estilista não era pra mim. Eu tenho um lado criativo que é bastante visual, mas que também é dependente da minha escrita. Sempre escrevi, escrevo quando estou feliz, escrevo quando estou triste, sei me expressar muito melhor escrevendo do que falando.

Achei então que a minha carreira ia pro lado do jornalismo de moda. Descobri que também não queria penar em redação de revista de fofoca até finalmente conseguir uma ponta numa grande publicação de moda. Me encontrei (mais ou menos) na faculdade de publicidade, a que mais se encaixava na área que engloba as minhas habilidades, o branding. Mas até aí rolou um bate cabeça da minha pessoa querendo se achar. Uma confusão que super poderia ser evitada se alguém me mostrasse o caminho das pedras. (E olha que eu já tinha a vantagem de ter um pai professor no faculdade de moda).

Mesmo depois de ter decidido em que área eu queria trabalhar na moda, foi só dentro de uma empresa, trabalhando pra uma marca (dentro do branding), que eu descobri que existem uma série de funções dentro da indústria da moda que antes eu desconhecia. Eu poderia ser designer de moda e trabalhar na área, mas descobri que poderia trabalhar com isso mesmo cursando publicidade, jornalismo, relações públicas, audiovisual, administração, publicidade, design gráfico, desenho industrial, e por aí vai…

Pensando assim, eu montei um guia prático e rápido com áreas importantes que compõe a indústria da moda, com as suas funções e respectivas faculdades. Pra que você, que está decidindo o caminho que quer seguir na moda, fique bem menos perdida do que eu fiquei.

Estilo

A área mais clássica e desejada da indústria da moda é também uma das que tem os profissionais que mais trabalham. Os estilistas são o centro das atenções das grandes maisons, mas pra chegar até lá o caminho é longo e cada vez mais concorrido. Há alguns anos ainda eram poucas as faculdades que formavam estilistas, mas hoje as faculdades de moda se proliferaram no país e melhoraram a sua grade curricular. É possível trabalhar na área de estilo tendo sua formação em design de moda ou indumentária.

Estamparia

Muito ligada a área de estilo, normalmente a estamparia fica dentro do design. Nem todas as marcas possuem essa área porque podem optam por contratar um empresa que cria estampas. Pessoas formadas em design gráfico, de moda, comunicação visual, desenho industrial ou belas artes podem trabalhar nessa área.

Comunicação Visual

A parte do design e comunicação focada em criar as imagens da marca, as peças de anúncio, todo o material visual que vai servir para várias mídias, do site aos anúncios impressos, editam as imagens de campanha elookbook. Normalmente quem trabalha nessa área é formado em design gráfico, comunicação visual ou desenho industrial.

Branding

O Branding é o responsável por alinhar os valores da marca a toda a comunicação da empresa, de tudo que é comunicado via redes sociais e blogs até os documentos da marca, passando pela imagem da marca (alinhada com a comunicação visual), as campanhas e ações idealizadas pela empresa. Mais do que criar todos os conceitos e estratégias para a marca, o branding mantém essa essência viva ao longo do tempo. Publicitários e jornalistascostumam trabalhar no branding.

Relações Públicas e Assessoria de impresa

A parte de relações públicas de moda costuma ficar dentro de uma empresa. Além disso, as marcas costumas trabalhar com uma assessoria de imprensa além de uma pessoa de relações públicas. Estes ficam responsáveis pela comunicação da marca com a imprensa, blogs e parcerias. No Brasil, existem algumas grandes e boas assessorais especializadas em moda. A faculdade de relações públicas é uma boa formação para isso, mas como não existem tantas e poucas universidade públicas com o curso de RP, muitos dos profissionais dessa área também são formados em publicidade e jornalismo.

Marketing

O marketing dentro de uma marca engloba algumas funções, como o trade marketing, a organização de eventos e relação com os anunciantes. Administradores, publicitários e até economistas ou jornalistas podem trabalhar nessa área.

Produção executiva

Um produtor é o responsável pra que tudo dê certo em uma ação da marca. É quem literalmente organiza todos os eventos, desfiles e shootings, contacta distribuidores, modelos, maquiadores… Os produtores atuam dentro do marketing da empresa e trabalham em conjunto com várias áreas. Hoje cresceram o número de faculdades de produção cultural, vale procurar as melhores perto de você e conhecer melhor a grade.

Marketing Digital

A parte da empresa que vai lidar com a gestão da marca na internet, com as métricas e como a comunicação e as vendas na internet estão respondendo. Analistas de dados e publicitários com ênfase em mídia normalmente trabalham nessa área.

Produção de moda

Normalmente formados em design de moda, os produtores também criam a imagem de moda da marca, através dos looks que criam e editam, para campanhas, fotos de e-commerce, anúncios, vitrines e afins. Em algumas marcas os produtores também montam os looks das vendedoras, que são a primeira impressão que o cliente tem sobre o lifestyle da marca. Pra quem quer seguir nessa carreira vale investir em cursos, porque as faculdades de moda não costumam investir nessa área.

Visual Merchandising

O pessoal do VM é quem cuida do ponto de venda das marcas, das vitrines, da decoração das lojas e de toda a sinalização delas, dos adesivos das vitrines até os móveis. Exige também uma especialização fora da faculdade. Os profissionais de VM normalmente são formados em design, design de moda ou desenho industrial.

Ficou animada?

Independente da área em que você queira seguir dentro de moda, tenha em mente que nem todo mundo descobre o que vai fazer da vida aos 18 ou aos 20. Na verdade, a maioria das pessoas demora muito tempo pra descobrir a sua verdadeira vocação.

E se você já é formado, fica tranquilo porque sempre existe uma maneira de se reposicionar no mercado. Corra atrás, faça cursos e conheça pessoas. O mercado da moda pode ser um nicho bem pequeno e muita gente até reclama disso. Mas quando você entra nele percebe que enquanto muitas pessoas querem entrar nesse mercado, pouquíssimas são realmente preparadas para estar dentro dele.

Publicado originalmente no Modices.com

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.