O incrível mundo de uma Startup

Em abril de 2016 tive a iniciativa de participar do Startup Weedkend de São José do Rio Preto. Sem pretensão de apresentar nada, fui com a expectativa de ampliar minha rede de relacionamento e aprender alguma coisa nova apenas.

Engano meu!

Durante as 54 horas de intenso trabalho fui líder de um projeto de uma ideia que eu apresentei. e ficamos em 2º lugar ;). E não aprendi alguma coisa, aprendi que não sabia de quase nada da realidade de uma startup e da montanha russa que é trabalhar com tanta incerteza.

Além dos jargões e palavrões como MVP, pivotar, aceleradora, canvas e as inúmeras e incríveis ferramentas de trabalho como Trello, Slack, Mautic entre outros, desde então, venho aprendendo a lidar com esse universo de colaboração, parceria e liberdade. Sim, liberdade em poder assumir seus erros, medos e de poder dividir sua experiência e um pouco que sabe para os demais.

Hoje, quase um ano depois do meu primeiro contato ainda sigo aprendendo a lidar com tudo que esse ecossistema disponibiliza para gente. A motivação precisa vir de nós, porque o começo de uma Startup, a não ser que você já esteja no nível do Facebook ou do Uber, é uma verdadeira montanha russa e eu morro de medo de altura.

São muitas ideias, vários erros a serem corrigidos, uma ansiedade que me é peculiar e o tempo que não para de correr. Um choque para quem só trabalhou no mercado corporativo tradicional que pouco se assemelha à incrível realidade que é o mundo de uma Startup.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.