O ano em que usei a espontaneidade para me aproximar da vida e me afastar da morte
PabloVallejos
223

Dias atrás li seu primeiro texto aqui no medium e voltei a escrever por causa dele, me deu ânimo. O das Siglas me fez repensar no que quero pra minha vida profissionalmente e esse agora bateu certinho com a minha vivência esse ano e se encaixou com o que eu não sabia direito, mas é isso aí que você escreveu sobre não se apequenar e não se arrepender. Obrigado pela inspiração. E um feliz 2016.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Matheus Monteiro’s story.