Um terço dos médicos de SP se concentra em apenas quatro áreas

Em uma pesquisa recente, o Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (CREMESP) descobriu que boa parte dos médicos está nas regiões mais ricas. “Onde existem boas condições de trabalho, no sentido de efetividade do seu trabalho e onde a educação médica é continua. Portanto, as faculdades de medicina de boa qualidade e com residências médicas de boa qualidade se concentram nas grandes cidades do estado”, afirma Mauro Aranha, presidente do CREMESP.

Segundo a geneticista e professora Chong Ae Kim, o curso de medicina ensina sobre as doenças mais comuns à população, ou seja, muitas moléstias raras são desconhecidas dos profissionais sem especialização em suas respectivas áreas. No caso da carreira em Genética Humana, a carência é ainda maior: no Brasil, há cerca de 241 geneticistas, sendo que mais da metade se concentra atuante no estado de São Paulo.

Ainda sobre São Paulo, 37,4% dos médicos se especializaram em Pediatria, Clínica Médica, Cirurgia Geral, Ginecologia e Obstetrícia.

Confira os detalhes na matéria apresentada pelo Jornal Hoje em 9 de janeiro de 2017:

Tempo: 03:38 |

Fonte: Jornal Hoje