Orar incessantemente

Como podemos seguir a orientação de nosso Mestre de orar incessantemente se temos tantos afazeres e trabalhos? Partindo da premissa de que Jesus não pediria algo impossível, devemos entender então que é possível orar enquanto estamos dedicados ao trabalho.

Não existe momento para orar e outro para trabalhar. Ao trabalhar, estamos consumindo ou produzindo as coisas do mundo. Nesse momento, em vez de ser uma ação de retirada ou adição de algo, devemos ter em mente que estamos em comunhão com o que fazemos. Essa comunhão, com um objetivo único, nos torna unos com o Criador. Estamos então em oração.

Que tenhamos sempre Jesus nosso Mestre em nossos corações e que Ele seja um conosco.

BOA TARDE!

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.