Um Tumor no Espírito

A nostalgia que pulsa

Pulsa tão profunda

Que suavemente engana

E cobre tudo de ilusão

Nos afoga em futuros

Futuros tão perfeitos

Que prematuros adoecem

E que nunca chegarão

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.