5 lugares incríveis em Nova York que sua agência de turismo não vai te apresentar

A gente sabe que a vida de turista não é nada fácil, principalmente se o seu destino for a cidade que nunca dorme, como já cantava Frank Sinatra. Em Nova York, os ponteiros do relógio parecem trabalhar mais depressa sendo quase impossível realizar todas as programações que imaginamos em nossa mente.

Entre dicas de onde ir, o que comer e onde visitar, para tirar o máximo proveito da viagem, uma coisa é certa: não há tempo a perder com indicações furadas. Por isso, hoje listamos 5 bares e casas de show que são praticamente paradas obrigatórias para você que não dispensa uma boa música ao vivo, ambientes agradáveis e ótimos drinks.

The Trash Bar

Localizado na 256 Grand St. em Williamsburg, o The Trash, é o local ideal para beber uma cerveja barata (e porque não um Uísque?) e ainda curtir verdadeiros espetáculos de rock n’ roll, que reúnem centenas de pessoas no bairro todos os dias.

Grand St. recentemente passou por uma explosão de novos negócios, incluindo bares, galerias de arte, restaurantes e uma variedade eclética de lojas e cafés. O The Trash, encontra-se no centro deste renascimento como um dos melhores bares locais da região. Os shows costumam acontecer de 20h até 00h, e se você chegar um pouquinho mais cedo ainda consegue curtir um open bar espetacular ao estilo The Trash: Good People, Good Times and Good Music.

Bowery Ballroom

O Bowery Ballroom foi eleito por revistas especializadas como o melhor local de NYC para se escutar música ao vivo. O espaço fica em um local super badalado e bem localizado de Nova York e é onde acontecem os melhores shows de música alternativa e rock’n roll da cidade.

O espaço recebe em média 550 pessoas e possui 3 andares: no andar de baixo fica o bar onde as pessoas geralmente se reúnem antes dos concertos e no andar de cima o palco onde, pelo capacidade máxima de pessoas, é possível ver perfeitamente de qualquer lugar a banda que está se apresentando, proporcionando os melhores shows possíveis!

Paula Cole, Kid Koala, Coldplay, Courtney Love e Metallica foram alguns dos grandes artistas e bandas que já se apresentaram no palco do Bowery Ballroom. A boa notícia é que a casa não tem aquelas filas gigantes comuns nas baladas em NYC. A dica é dar uma olhada na programação no site deles que está sempre atualizado e ver qual banda ou artista vai tocar durante a época em que você estiver na cidade. Para chegar até o Bowery Ballroom é fácil, basta pegar a linha J ou Z e descer na Bowery Station.

The Bell House

Já imaginou um armazém de 1920 se tornar uma das casas de shows mais famosas de NY? Chamada de ‘’Bem-vindo ao oásis’’ por TimeOut, a The Bell House é uma magnífica casa de shows e bar localizada na 7th Street do Brooklyn.

Dividida em dois espaços, a sala principal de eventos possui um palco de 450 metros. Já o Frontier Room, apresenta um ambiente acolhedor e vintage, detalhes pelo qual a The Bell House é conhecida. Esse segundo espaço, foi reformado recentemente com uma iluminação de ponta e um novo sistema de som para acomodar performances que vão desde comédia até bandas ao vivo e DJs. E claro, não podemos deixar de mencionar o bar espetacular da casa, que oferece mais de 15 tipos de cervejas artesanais e refrescantes coquetéis.

E se você é desses que quando a festa acaba já vai logo indo embora, dessa vez vai querer ficar até mais tarde. Ao final dos eventos, a The Bell House oferece um segundo happy hour com todos os drinks da casa por apenas $1 durante um hora.

Mercury Lounge

O Mercury Lounge, é conhecido por receber artistas locais que posteriormente deslancharam suas carreiras na cidade e no mundo. Só pra você ter ideia, a casa serviu de trampolim para as bandas: Strokes, Yeah Yeah Yeahs e Interpol. Foi também no Mercury Lounge, que fica na rua Houston 217, onde Ed Sheeran fez o seu primeiro show na cidade. Recentemente a cantora Dua Lipa também marcou presença por lá. A dica é comprar seu ticket no site do Mercury Lounge antecipadamente para aproveitar tudo o que a renomada casa pode te oferecer.

Cake Shop

Um misto de bar, loja e doceria é como podemos definir o Cake Shop. A arquitetura e a decoração da casa são charmosas, com sofás, todo o mobiliário, lustres e demais acessórios inspirados na década de 1920, época da Lei Seca nos Estados Unidos.

Lá pelas 22h no subsolo, acontecem as apresentações ao vivo de bandas independentes. A entrada fica em torno de $10. O happy hour acontece das 17h às 20h e funciona no esquema pague um e leve dois.

Se você estiver afim de curtir um bom momento ao som de Rolling Stones, Beatles, The Cure e claro, desfrutando de boas bebidas, não deixe de incluir no seu cronograma de viagem uma visita ao Cake Shop. Ele fica localizado na rua Norfolk, 102, entre a Delancey e a Rivington, no Lower East Side.