Tanto Tempo…

Tantas coisas já se passaram. Já passei por tantas coisas.

Tantas vezes minha presença fez falta, assim como minha ausência foi desejada.

Tantas vezes fui causador de tristeza, choro, mágoa, ressentimentos.

Tantas outras fui causador de alegria, felicidade, sorrisos, abraços fortes, apertados.

Tantas vezes abri mão do meu, para dar a alguém aquilo que era preciso.

Tantas outras fui egoísta e neguei aquilo que era certo dar.

Fui julgado, fui juiz, fui correto, mas também cometi erros graves. Fui honesto e também desonesto.

Fui chamado de bom pai, bom filho, bom marido, bom amigo, de amor, de paixão, de vida, de brother, inteligente, culto, esperto. De viado, de doido, de burro, matuto, idiota, pobre, careta, louco, de escroto, de mau, desnaturado.

Dei trabalho. Muito trabalho. Mas também cuidei. Cuidei muito, de coração, por amor.

Fui irresponsável, me coloquei em risco por mim e também pelos outros.

Conquistei, fui conquistado. Desafiei e também fui desafiado. Apaixonei-me. Fui dono. Fui domado.

Machuquei muitos. Muitas. Também fui machucado. Se fui! Oprimi, fui oprimido. Desrespeitei e fui desrespeitado. Valorizei. Tive valor.

Ganhei, perdi. Fui forte, mas também fui fraco. Lutei até o fim, mas também me rendi. Entreguei-me ao fracasso.

Protegi. Fui protegido. Ensinei. Aprendi.

Dei carinho, paixão, afeto, fogo. Recebi tudo. Não recebi nada. Fiz tudo pra ter algo em troca. Mas também fiz de graça, sem cobrar nada. Chamei de “amor”. Fui chamado de “amor”. Com ou sem.

Fiquei, namorei, casei. Traí e fui traído. Tive loiras, morenas, negras, ruivas, solteiras e casadas. Fui de todas e de cada uma. Também não fui de ninguém. Satisfiz e fui satisfeito. Mas também decepcionei e fui decepcionado. “Dei conta do recado”, mas também fracassei.

Egoísta. Altruísta. Bom. Mau. Feliz. Triste. Rodeado de amigos. Solitário. Humano. Desumano.

Conservei a loucura na minha solidão. Fui dissimulado na presença dos outros. Fui endurecido. Fui frio. Insensível. Impaciente. Grosso. Arrogante. Fui sincero, verdadeiro. Romântico, sensível, sentimental, chorão. Fui lapidado pelos entraves da vida.

Fui lapidado pelas negativas, pelos fracassos, pelas frustrações, pelas derrotas. Pelas mulheres que não conquistei. Pelos amigos que não foram tão amigos assim. Pelos erros que cometi, conscientes e inconscientes. Pelas lágrimas que derramei. Pelas declarações que fiz. Pelas escolhas que fiz.

Nunca fui perfeito. Não sou perfeito. E assim quero permanecer.

Completamente imperfeito. Totalmente imperfeito.

Perfeitamente imperfeito.

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.