Precisamos salvar os Babacas

Babacas são seres importantes em nosso meio ambiente e devem ser bem cuidados, bem alimentados e, vejam bem, nunca devem ser criados em cativeiro. Babaca bom é babaca livre.

É meio difícil manter babacas em um ambiente controlado, mas não é impossível. O ideal é mantê-los sempre por perto, sob temperatura ambiente e nunca alimentá-los depois da meia noite.

Babacas precisam ter liberdade de expressão para serem babacas saudáveis e vivem melhor quando possuem ferramentas para mostrar ao mundo como ser babaca é legal, importante e relevante. Esse é o alimento do babaca.

A reprodução dos babacas ainda é um mistério e é preciso que haja sempre uma mocinha ou um mocinho meio estúpidos com disposição para isso.

É um mistério, mas acontece.

Os babacas, quando não se sentem ameaçados, se reproduzem de maneira controlada, sem oferecer danos sensíveis ao meio ambiente em que circulam.

Acontece que a fauna local tem sofrido um descontrole desde algumas temporadas.

A caça aos babacas foi aprovada por algum órgão pseudolevantativo que tomou o controle da internet e liberou uma turba ensandecida com tochas flamejantes em mãos disposta a eliminar todos os babacas da face da Terra.

E esses rastreadores habilidosos, assassinos que não tem carregam consigo nem pena nem dó, fazem seu trabalho com esmero: basta um deles descobrir um babaca, criatura com habilidade de camuflagem pobre e limitada e raciocínio lógico falho, e o pobre animal estará, invariavelmente, condenado.

É o seu fim. O caçador usará todas as suas forças e armas para destruí-lo como um inseto insignificante (o que é uma estultice, se incomoda, logo não é insignificante).

Alguns grupos de caçadores são capazes de desintegrar um babaca a ponto do princípio da conservação de massas de Lavoisier deixar de fazer sentido.

A temporada de caça se mantêm aberta indefinidamente e todos os dias surgem novos caçadores interessados a participarem do evento grandioso que se criou em torno da situação.

Então, depois de tantas dizidelas, chegamos ao ponto mais importante dessa conversa aparentemente sem sentido: É imperativo que você nunca se junte aos caçadores de babacas.

O habitat em que vivemos é demasiadamente complexo e frágil, e os babacas são engrenagens extremamente importantes para o seu perfeito funcionamento.

Uma abelha morta.

Eles são como as abelhas. Você sabe o que pode acontecer com o Planeta se acabarmos com as abelhas? Nem queira saber.

Babacas são criaturas tão importantes que a Mãe Natureza, que tem uns três pontos de QI abaixo do Neil deGrasse Tyson, desenvolveu uma mutação simples mas eficaz para manter a existência deles intacta.

Essa mutação é tão genial que amplia a capacidade de multiplicação dos babacas em caso de perigo. E funciona assim:

No momento em que uma pessoa decide assumir o papel de um caçador de babacas ela se transmuta, automaticamente, em um deles.