Meus sinceros agradecimentos

Retomando a atividade neste espaço, compartilharei o motivo de minha ausência. Os últimos meses foram de intenso trabalho dedicado à conclusão da minha tese de doutorado, o que restringiu o tempo utilizado em meus hobbies. Desta forma, abro este espaço para agradecer aqueles que de alguma forma colaboraram para a conclusão desta importante etapa da minha formação acadêmica. Abaixo segue a dedicatória da minha tese:

Para Sônia e Décio Nicolay

In memoriam: Maria Lúcia Tomás, Alzira Henrique Marques e José Thomaz

Este trabalho é a consolidação de uma trajetória dentro da ciência econômica que durou nove anos. Neste período, várias pessoas contribuíram para que eu obtivesse sucesso em minha caminhada. Amizade, ensinamentos, mas principalmente crença e confiança no meu potencial e na decisão que tomei. Desta forma, seria além de indelicado, injusto, não agradecer as pessoas que me ajudaram.

Além do apoio incondicional, educação e as condições necessárias para focar minhas atenções e energia somente nos estudos, meus pais também me deram todo amor e amizade necessários para que não me faltasse força. Desta forma, devo toda gratidão a eles que foram essenciais para a realização deste trabalho. Agradeço também a todos da minha família, tios, primos, avós, vocês também foram muito importantes.

A docência é mais do que uma profissão, é um dom, e aqueles contemplados são capazes de obter importantes mudanças em nossa sociedade. Eu tive o privilégio de aprender e ser orientado por uma pessoa que além de um grande professor e acadêmico, também é uma pessoa fantástica e um grande amigo. Sou muito grato por todos os ensinamentos, lições e conselhos que Gabriel Montes me deu ao longo desses anos. Também tenho muito a agradecer ao professor Helder de Mendonça, possuidor de um conhecimento imenso e com quem tive o prazer de aprender.

Aos meus colegas de UFF agradeço por terem compartilhado comigo horas e mais horas de estudo, conversas, aulas; e também, cervejas, vinhos, festas e sociais. João Sibar, Igor Rodrigues e Jorge Neto, obrigado por formar essa segunda família em Niterói, considero vocês meus irmãos. Agradeço também ao Cláudio Moraes e Alexandre Curi pela parceria acadêmica e amizade.

Agradeço ao professor José Cláudio e a todos os funcionários do MEGE/UCAM por acreditar no meu potencial e confiar no meu trabalho. É um prazer trabalhar com vocês. Também agradeço aos amigos que fiz na UCP, Tiago Salles e Luiza Bizzo. E aos alunos que tive nesses anos, pois também aprendi muito com eles.

Uma filosofia e um tesouro: o Budismo e o Dharma. Sou grato à Buda Shakyamuni por seus ensinamentos, e ao meu guru Geshe Kelsang Gyatso por me permitir estudar e evoluir como ser humano.

Por fim, algumas pessoas não podem deixar de ser citadas. Marcelo e Lolo; Marcel, Carol e suas princesas; Tiago, Vivian e meu afilhado Rômulo; Mariah e Egberto; Sula, Valdir e Sophia; Alexandre, Suelem e Pedro Henrique; Tio Luiz Carlos e Neide, Tio Edinho, Rosângela e Lorena; Tio Pedro e Diná; Teté; minha avó Neide; Tio Luiz, Tânia e Hiago; Renan França e meus amigos de colégio; Noe e meus amigos de estrada. Cada um de vocês, em sua maneira particular, foi capaz de moldar minhas experiências e transformar minha visão de mundo, por isso só tenho a agradecer e esperar compartilhar muito mais com todos vocês.

Citando um clássico da minha banda favorita, Stairway to Heaven do Led Zeppelin: “Yes, there are two paths you can go by, but in the long run, there’s still time to change the road you’re on”. Reflito sobre isto e percebo a oportunidade singular que obtive de moldar meu caminho ao longo dos anos, e continuar moldando daqui para frente. Por não escolher o mais conveniente, por não optar pelo mais fácil, por não ceder e mudar minhas convicções. O caminho longo é árduo, mas é o que te leva onde poucos seres humanos chegaram.

Muito obrigado a todos!’’

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Rodolfo Nicolay’s story.