Carta de aniversário

1º de outubro de 2016

Eu te amo desde que te conheci. Não naquele show que não conta. Naquele bar, naquele dia que a gente conversou por umas 10 horas seguidas. Eu demorei bastante pra assumir que era amor e te deixei dizer antes. Nesse dia que você disse que me amava a gente brigou. Eu briguei com você. Dei um escândalo porque eu não queria que você dissesse e decretasse o que eu já sabia desde aquele dia (naquele bar): que era hora de eu mudar a minha vida toda e ser inteira, que era hora de eu ter coragem e enfrentar o mundo, que nessa hora você estaria do meu lado e me daria a mão mesmo que eu precisasse de tempo.

Eu te amo desde que te conheci, mesmo que eu só tenha entendido isso depois. E, de vez em quando, quando alguém pergunta como tudo aconteceu, eu penso no quanto a gente mudou e cresceu junto desde então. No quanto somos maiores. No quanto ficamos mais fortes e mais espertos. Mas principalmente no quanto fomos reais um com o outro desde o início, naquele bar. Naquele dia, nasceu nossa parceria improvável e todo o bem que ela viria a fazer. Naquele dia começamos a montar o nosso time e defender o direito do outro ser quem ele sempre quis ser.

Eu te amo desde que te conheci e, desde então, nunca considerei uma vida da qual você não fizesse parte. E, desde então, a gente vem conversando de como seria escrever juntos. Afinal, a gente vive do que transcreve do mundo. Você com seus cadernos e eu com minhas notas no celular cheias de frases suas. E a cada vírgula desse texto todo pontuado, eu vou lembrando das vezes que a gente falou sobre isso e de como a gente vem escrevendo junto a nossa história, numa sintonia doida que funciona para a gente todos os dias. A gente se cria e se edita e vai compondo o que há de melhor em nós dois.

Eu te amo desde que te conheci. E, desde então, esse é o quarto aniversário seu que vivemos juntos. Desde então, eu acordo do seu lado e desejo com todas as minhas forças que você seja a pessoa mais feliz do mundo todos os dias. E que eu tenha a sorte de estar com você em todos esses dias.

Enquanto eu torço pela minha própria sorte, eu aproveito esse dia, esse seu vigésimo nono ano novo, para agradecer por você ser você mesmo e me fazer tão completa. Te agradecer pela coragem constante, por me lembrar que estamos sempre do mesmo lado, por me ouvir com atenção, pelas noites de conversas intermináveis, por segurar minha mão, por dizer que vai ficar tudo bem, por brigar comigo, por querer o nosso melhor, por ter a grandeza de me dar espaço e de pedir espaço, por ser extremamente e genuinamente bom, por compartilhar das minhas maldadezinhas, por ser o maior companheiro que eu poderia ter, por me apresentar um mundo que eu não conhecia e por se sentir bem-vindo nas minhas ideias.

Feliz aniversário, minha pessoa favorita.