Toda história que eu conto sobre mim é uma história de amor sobre você

Histórias que conto para os outros. Sobre mensagens trocadas de madrugada para preencher noites inteiras sem som. Sobre pegar o ônibus errado de propósito e estar, de repente, na vizinhança certa. Sobre taças de champanhe antes do almoço e de estômago vazio. Sobre aquelas cartas à mão incansavelmente reescritas e impossivelmente longas. Sobre o dia que te olhei bem de perto e achei que seus cílios seriam bonitos numa criança. Sobre o dia que você falou horas sobre a física de um aparelho de som e eu só entendi metade. Sobre o dia que te olhei de longe e achei que te amava um pouquinho mais.

Toda história que eu não conto sobre você é uma história sobre o que falta em mim. Histórias que conto para mim mesma.

Sobre as escolhas equivocadas que me implodem todos os dias. Sobre viver nos escombros da incompreensão. Sobre cafés fortes e longos tomados sozinha por preferência. Sobre escancaradas declarações de amor que nunca vieram. Sobre você nunca ter lido o livro que eu te dei. Sobre a erva doce que você coloca no tempero do jantar. Sobre a vontade de explorar outros corpos. Sobre ser invisível. Sobre o que é meu e eu não quero dividir. Sobre quando achei que já não te amava há muito tempo. Sobre o dia em que eu fui embora.


aqui no medium você mostra o quanto gostou do texto através de palmas, que vão de 1 a 50. demonstre seu amor ❤


esse texto faz parte do projeto Desvios de Afeto: uma coleção de textos sobre os fins do amor. aqui você acompanha pelo instagram (segue lá? ❤)