E-mail marketing: a frequência de envio ideal

O sucesso de uma campanha de e-mail marketing depende de diversas variáveis,como a qualidade do conteúdo e a segmentação da lista, mas tem um detalhe que você não pode ignorar na hora do planejamento: a frequência de envio.

Porque enviar o seu e-mail com uma frequência menor do que a ideal pode fazer com que o cliente esqueça-se da sua marca — e talvez feche negócio com a empresa que enviou um e-mail marketing na hora exata. Mas enviar e-mails com uma frequência muito alta pode ser igualmente prejudicial. O consumidor pode se cansar das mensagens muito insistentes e cancelar a assinatura da sua newsletter — ou pior, classificar os seus e-mails como SPAM.

Para determinar a frequência ideal de envio de e-mail marketing é preciso, antes de mais nada, bom senso. Confira algumas dicas:

- Leve o seu segmento em consideração

A primeira coisa que você deve fazer é analisar o segmento de atuação da sua empresa. Se você atua em uma rede de supermercados, por exemplo, é provável que tenha boas ofertas todos os dias. E como trabalha com itens de primeira necessidade, os clientes fazem compras no seu estabelecimento com frequência. Nesse caso, portanto, você pode enviar e-mails constantemente. Mas se você atua em uma imobiliária, não faz sentido impactar o cliente diariamente com ofertas do mesmo imóvel.

- Observe as reações do seu público-alvo

Observar os seus relatórios também é fundamental para determinar a frequência dos envios. Faça testes, experimente novas frequências, e veja como o seu público reage. A gente sabe que em time que está ganhando não se mexe, mas no caso do e-mail marketing sempre há espaço para melhorias. Faça testes com os seus envios, e não se esqueça de verificar sempre os seus relatórios para medir a aceitação do público.