O tédio de te esquecer

Eu, muito arduamente, esqueci você.
Mas preferia nunca ter esquecido,
Pois antes da paixão ter morrido,
Te decorei em minha mente de A a Z.

Passar metade da vida pensando em ti,
E a outra metade tentando te esquecer
É difícil, mas piora se você for ver.
Pois, depois que te esqueci, no tédio caí…

Sim, não tenho mais em quem pensar
Quando escuto musicas de amor.
Estou com a eterna abstinência de ti.

Mas, realmente, tenho que te parabenizar!
Até quando saiu de mim me causa dor…
Mas algum dia vou preencher o vazio aqui.

(Escrito por Noedir Ferrara Junior no dia 18/01/2016)