Judas vs Sansão | Grata Memória

Durante outubro e novembro estamos refletindo sobre o que vivemos em 2016. “Trazer a memória aquilo que nos dá esperança.”

Sabemos que o ano ainda não acabou e que podemos viver intensamente e fazer muito mais até a próxima virada, mas se desde já começarmos a relembrar o que se passou, talvez os próximos capítulos da nossa jornada ganhem cor, sentido, caminho, direção.

No último sábado, um de nossos amigos compartilhou suas palavras no nosso culto e te convidamos a experimentar um pouco mais do que foi falado.

Por Gabriel Caçador

Versículos chaves da pregação:

Juízes: 13. 1. Os filhos de Israel tornaram a fazer o que era mau aos olhos do Senhor, e ele os entregou na mão dos filisteus por quarenta anos.

Juízes: 13. 4. Agora pois, toma cuidado, e não bebas vinho nem bebida forte, e não comas coisa alguma impura; 
13. 5. porque tu conceberás e terás um filho, sobre cuja cabeça não passará navalha, porquanto o menino será nazireu de Deus desde o ventre de sua mãe; e ele começara a livrar a Israel da mão dos filisteus.

Pensamento: corpo é templo do espírito santo e de Deus na terra, zelo sobre ele é essencial para Deus cumprir as promessas que faz por nossas vidas desde antes do nascimento

Juízes: 14. 6. Então o Espírito do Senhor se apossou dele, de modo que ele, sem ter coisa alguma na mão, despedaçou o leão como se fosse um cabrito. E não disse nem a seu pai nem a sua mãe o que tinha feito.

Pensamento: ao cumprir com o que Deus havia proposto antes do nascimento de Sansão, e continuar cumprindo, Deus o honra e o usa, dando força sobre humana para ser capaz de libertar o povo judeu do aprisionamento dos filisteus, que já durava 40 anos.

Deus pode também nos honrar e fazer com que consigamos matar nossos próprios leões.

Queda de Sansão: Sansão começa a frequentar o ambiente inimigo, convivendo com os filisteus (Juízes 16.1).

Aí foi o início de sua queda, não com Dalila, toda queda sempre começa com relações erradas, ambientes errados, superestimação de sua fé e de seu ego.

Judas x Sansão: a ideia da pregação foi comparar os dois, sob suas crises.

Enquanto Sansão estava cego dos dois olhos após ser traído por Dalila, e a mercê do mundo, foi capaz de mesmo assim pedir perdão a Deus e clamar por uma segunda chance (Juízes 16.28), onde foi honrado e honrou a Deus então.

Já Judas, após entregar Jesus por 30 moedas de prata, também teve uma segunda chance mas a desperdiçou, escolhendo o suicídio em vez do perdão e graça de Deus.

Like what you read? Give O2 a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.