Hora de aceitar que o Capitalismo não deu certo
Gustavo Tanaka
1.97K356

Excelente reflexão! Nós vivemos em sistema econômico que não consegue fechar suas próprias contas, um sistema insustentável de crescimento à qualquer custo.

Mas você já parou pra pensar que, talvez, o problema esteja no comportamento humano (independente do sistema)?

Observe:

As propostas originais do Capitalismo não previam destruição descontrolada de florestas, “envenenamento” de alimentos e/ou escravidão social. Pelo contrário: o raciocínio proposto pelo sistema capitalista (em seu princípio) sugeria que, através do livre comércio, nossa sociedade poderia evoluir de forma justa! Do mesmo modo, o socialismo e até mesmo o comunismo possuíam intenções bastante positivas em sua essência, além disso, estes sistema apresentavam raciocínios que se colocavam bastante à frente de sua época.

A verdade é que toda proposta de sistema efetivamente implantada em uma sociedade, sofreu alterações consideráveis no meio do caminho, de forma que seus princípios originais acabaram se desvirtuando. No final das contas, o socialismo e o comunismo que vimos acontecer na história, não são os mesmos propostos por Marx e Engels. Escolha qualquer sistema implantado até hoje e você verá que ele foi influenciado (negativamente, na maioria das vezes) pelo comportamento humano e social. Influenciado pela ganância, inveja, interesse, ódio ou até pelo amor de indivíduos que tiveram a oportunidade de influenciá-lo!

Percebe onde quero chegar? Talvez não seja a hora de procurar um novo sistema (já sabemos que este novo sistema possuirá falhas — assim como os anteriores — e será desvirtuado — assim como os anteriores), talvez seja a hora de nós evoluirmos como pessoas e construirmos princípios que nos permitam viver em harmonia com aquilo que temos.

Uma vez ouvi de um especialista de T.I. a seguinte frase (em tom de brincadeira, é claro): 90% de todos os problemas de T.I. seriam resolvidos se o usuário final não existisse.

Eu completaria da seguinte forma: já que não faz absolutamente nenhum sentido eliminar o usuário final, cabe a nós educá-lo para usar o sistema da melhor forma.

Bom, obrigado por compartilhar seu pensamento e, indiretamente, me fazer refletir sobre o assunto. Graças à você, eu tive que organizar minhas ideias para comentar o que penso e isso é ótimo!

Certamente este texto vai se transformar em uma publicação para o meu blog. Se puder/quiser conhecer, fique à vontade: PensamentoNuclear.WordPress.com (somos pequenos como átomos mas gostamos de pensar)

Não se esqueça de compartilhar e, principalmente, comentar! =)

Abs!

Gabriel Ribeiro