Sorriso Difícil

Perdido, mergulho no mar de angústia aonde canções antigas descrevem perfeitamente essa sensação de estar sozinho nessa imensidão de sorrisos fáceis e sentimentos líquidos.

Agora estou me afogando, e a beira-mar parece tão longe quando não tenho meu Sorriso Difícil para estender a mão e dizer que esse mergulho forçado foi apenas um momento difícil da minha existência, e que jamais se repetira.

Unico Sorriso que me importa; me leve de volta a superfície, faça uma respiração boca-a-boca em mim e arranque essa angústia que é não sentir a a segurança dos seus lábios fechados.Você consegue ver as águas me afogarem?

Lutando contra a torrente, eu me prendo as lembranças dos raros momentos em que pude ver seus dentes atravessarem seus lábios, Sorriso Difícil. Mas meu tempo está acabando…

O mar está vencendo, estou afundando. A angústia me consome e a cada minuto a imagem dos seus belos lábios fechados vão se dissipando da minha memoria, é involuntário… Estou me esvaindo, mas ainda nutro a esperança de você me puxar para a superfície, Sorriso Difícil.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Luã’s story.