Diario de Campanha • Rage of Demons

“Campanha online nos Dragões do Sol Negro toda SEG as 20h”

Abaixo das montanhas 1

GreatHorn • Goliath • Bárbaro

Maldito dia em que decidi sair das montanhas acima de Mithral Hall.

Mulaio GreatHorn LoneHunter, Desde a morte de meu pai Mulaio LoneHunter eu assumi seu nome e seu legado, uma missão que passa de goliath para goliath a séculos, nunca deixou de haver um lonehunter sob a “Costa da Espada” sempre protegendo aqueles que precisam quando e onde fosse preciso os ventos sempre guiarão nossa missão.

Eu tinha visto do alto do monte um grupo de orcs, Yuantis e outras criaturas tão malignas que era possivel sentilas de longe, desci para investigar e encontrei um grupo que estava fugindo deste grupo mal. Um genasi mago chamado Ícaro, um outro acho que clério Gug, embora ele seja um tanto estranho as vezes ele parece gostar do sombrio, havia um pequeno ladrão com eles mas não faço questão de lembrar o nome dele, nas lutas ele preferiu largar seus companheiros e fugir, havia um outro guerreiro se não me engano Azcrom foi embora depois de uma batalha em um castelo, havia um cozinheiro mas este seguiu seu caminho. Icaro havia sido levado por um drow que eles chamarão de aranha negra, eu e Gug fomos atraz seguindo o rastro, nós chegamos a um lugar que eles chamarão de Mina do Eco Ondulante, batalhas se seguiram lá, então conheci um tipo de beholder que havia sido convocado para proteger uma forma magica na mina e um caveira flamejante que havia sido um mago, depois de batalhas seguidas nós fomos derrotados, presos e vendidos aos Drows e aqui começa a descida.

Já sem passaram 12 dias que estamos no Underdark, um mundo abaixo da Costa da Espada, todos os dias a mesma rotina, eu e um meio-orc chamado de Acaadiano, alem de limpar o chão como os “mais fortes” ficávamos em um elevador o subindo e descendo o dia todo.

Na nossa cela estávamos em 14, ou seja nem um pouco confortável, uma anã Eldeth e um orc Ront eram os que mais se destacavam, outro que chamou a atenção era um drow Sarit que parece ter sido preso por matar outro de sua raça e foi jogado as traças conosco.

Azcrom e Sima o pequeno ladrão não estão conosco ou estão presos em outro lugar ou tiveram a sorte de não serem presos cativos.

Os outros moradores conosco eram: Buppido um DERRO, Homem de boas maneiras. uma aparência serena e tranquila • O IRRITANTE Jimjar Pequeno, de pele escura parecendo uma rocha de tao duro, sem qualquer pelo na cabeça ou barba • Príncipe Derendil, um humanoide com cabelos longos, peludos e brancos cobrindo seus corpos inteiros • ShuuShar um Kuo-toa, meio humano e meio peixe de presença calma e Pacifica • Topsy, a irma, Turvy, o irmão, Gêmeos, os Svirfneblin. ela com um chumaço de cabelo e ele uns fios na cabeça •E por fim Stool eh um Myconid Sprout (broto) um fungo senciente telepata ainda em crescimento.

Nós goliats não fomos feito para ficarmos embaixo da terra, assim que sairmos e nós sairemos não haverá misericórdia para nenhum Drow.

E então uma proposta surpreendente, um Drow que era o terceiro em comando dessa prisão nos propôs uma “libertação”, ele iria distrair os guardas e para que nós fugíssemos, ele queria que aquilo acontecesse no turno do segundo em comando, um ato traiçoeiro para ele retomar o posto de segundo em comando, já que lhe foi usurpado, com essa fuga o seu rival ficaria em descredito e perderia o cargo.

A chance foi dada Jimjar abriu a cela com um ferramenta dada pelo drow, claro que a coisa sairia do controle, Eldeth e Ront tinham problemas entre si ambos estavam ali devido a batalhas de seus respectivos povos, assim logo começaram a brigar eu intervi antes que fossemos descobertos.

Mas antes passamos na ala mais perto para podermos achar nossas armas, ou armas para podermos lutar, eu sabia que não seria fácil sairmos dali sem luta.

No andar superior matamos uma sacerdotista Drow, e reavemos nossos equipamentos ou os mais importantes. Quando saímos das salas, alguns ja estavam mortos. Os drows estavam lutando contra demônios pelo menos foi isso que Eldeth disse. Passamos por ele e e fomos atingidos pelo grito dos urubus humaniodes, Icaro e Acaadiano ficaram paralizados eu os peguei, os pus nos meus ombros e os tirei dali.

Nesse momento Ilvara a Líder da prisão, uma grande sarcedotisa drow de loth, se pos no nosso encalço, corremos por um pouco de tempo para ficarmos em um corredor para afunilar a investida. Não foi uma batalha fácil para ninguém, mas de 8 drows somente Ilvara e seu segundo em comando ficaram vivos e se retiraram, ganhamos tempo e agora seguiremos para a mais próxima cidade a de ShuuShar para vermos oque faremos e como podemos sair deste inferno ainda temos contas a pagar com o Aranha Negra.

Num ultimo suspiro Gug conseguiu salvar eldeth que havia ficado gravemente ferida na luta contra os demônios urubus. E eu tenho um serio problema afinal o eu NÃO ENXERGO NO ESCURO!

Eu preciso me controlar, não posso deixar que minha tensão me descontrole posso ferir meus companheiros de viagem e todas as noites desde que chegamos, estamos tendo pesadelos muito tensos se isso continuar nós podemos enlouquecer Derendil era prova disso enlouquecido achava que era um príncipe elfico.
Vrock o Urubu humanoide demônio