Pearson em Davos: uma participação sustentável

Tornar o mundo um lugar melhor é o objetivo dos organizadores do Fórum Econômico Mundial, responsável por unir líderes do mundo todo em seus encontros anuais. Geralmente realizadas em Davos, na Suíça, essas reuniões acontecem há 46 anos e têm um tema específico que norteia palestras, workshops e debates. Em 2017, durante os últimos três dias, tais representantes falaram sobre “Liderança responsável e responsiva”. De acordo com os organizadores, a temática foi eleita com base em cinco desafios principais que justificam a atenção dos líderes internacionais em diferentes áreas e setores.

O primeiro é o que eles chamam de “quarta revolução industrial”, uma vez que as indústrias precisam se recriar por conta dos avanços de robótica, internet das coisas, impressão em 3D e computação quântica, entre outras evoluções. Em segundo lugar, aparece a construção de uma governança global multilateral, dinâmico e inclusivo. A ideia é questionar o que tem sido feito nesse sentido e como os líderes podem conduzir esse processo.

O terceiro desafio envolve a restruturação do crescimento global, já que os padrões de vida estão mais baixos. Tal cenário faz de 2017 um ano crucial para resolver problemas relacionados à inclusão social e ao desemprego. O quarto passo tem a ver com a reforma do capitalismo de mercado e a restauração de um relacionamento entre empresas e pessoas — cabe ao mundo corporativo cumprir o seu papel de auxiliar o próximo com as ferramentas que possui. O último desafio é a superação da crise generalizada que se instaurou mundo afora. “A globalização tornou o mundo menor, mas mais complexo, e muitas pessoas perderam a confiança nas instituições”, disse Klaus Schwab, fundador do Fórum.

Como líderes no universo educacional, nós, da Pearson, participamos de diferentes encontros e painéis. Kate James, diretora global de Corporate Affairs e Marketing, e Tom Bozik, presidente de Produtos, representaram os propósitos da empresa. Tal participação tem uma grande importância, uma vez que desejamos posicionar a Pearson como líder da indústria de negócios responsáveis, com base em nossos compromissos com a sustentabilidade. Queremos e trabalhamos diariamente para:

1 — Sermos um parceiro confiável

2 — Alcançarmos mais aprendizes

3 — Moldarmos o futuro da educação a partir dos Metas Globais estabelecidas pela Organização das Nações Unidas (ONU)

Foram três dias muito ricos. Nossa equipe assistiu aos eventos mais importantes ligados à educação e se conectaram à pessoas-chave. Apoiamos, por exemplo, a Comissão de Negócios e Desenvolvimento Sustentável, que lançou um importante relatório sobre objetivos de desenvolvimento sustentável nos negócios.

Também solicitamos, em um evento conjunto com a ONG Save The Children e com a ONU, um relatório para destacar as Práticas Promissoras para a Educação dos Refugiados. Esse documento será publicado em setembro deste ano na Assembleia Geral da ONU.

Nosso objetivo foi plantar e colher frutos. Nos juntar a quem, assim como nós, quer transformar vidas por meio da educação. E luta diariamente para isso.

Os encontros em Davos só reforçam a nossa preocupação em todos os países nos quais atuamos. E no Brasil não poderia ser diferente. Temos diversas iniciativas que são decisivas para melhorar a vida das pessoas por meio do aprendizado. Podemos colaborar com a mudança. Podemos ser a mudança.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Pearson Brasil’s story.