PERDÃO, MÃE, POR VOCÊ NÃO ME AMAR

Perdão, mãe, por você não me amar.

Sinto muito por não ser quem você tanto queria ser. Sinto por não ter o corpo que você queria ter. Sinto por não ter os cabelos que você queria ter. Sinto por não cursar a faculdade que você queria cursar. Sinto por não ter tido o casamento que você queria ter. Sinto por desenhar no meu corpo, coisa que você nunca quis desenhar. Sinto por não ter a opinião política que você quer ter. Sinto por não gostar das piadas que você quer gostar. Sinto por não falar o que você gostaria de falar. Sinto por ter a coragem que você gostaria de ter. Sinto por fazer tudo aquilo que você não queria fazer. Sinto por não amar quem você gostaria de amar. Sinto por não ser tudo o que você sempre sonhou em ser.

Perdão, mãe, por você não me amar. Mas eu te amo a ponto de ser quem eu quero ser e me afastar de tal modo que nunca mais vou te incomodar.