Força de acreditar

Encontro-me aqui para te lembrar…
Num barco um dia irás partir.
Multidão te tentará afundar.
Meu temerário tu irás resistir.

Fantoche fez-se Neptuno para na água te mergulhar.
O vento e as ondas passou ele a controlar.
Prende bem a tua bandeira antes de ao mar te atirares
Não te esqueças que são as cores que te levam a te sacrificares.

Pode durar um hora, uma vida,
A água dos mares poderás ingerir.
O azul o teu corpo poderá tingir.

Se no mar o teu corpo acabar.
Certifica-te que ao menos sabes nadar.
Rapaz audaz não esquecer de uma arma levar.
Quando rodeado de tubarões o arpão irás penetrar.

Palavras sábias de um amigo,
quer-te proteger de um fado ambíguo.
Quem tua rota entender seguir.
Na tua tripulação irás incluir.
O teu objetivo não é navegares na solidão.
O teu alvo é conduzires luz onde há escuridão.