dois em um

O tempo passa, passa tão rápido. 
Eu, como uma pequena garota vejo no metrô essa multidão de pessoas e isso me assusta. 
Assusta por saber que a metade está igual a mim
Lutando a cada dia sem nem ao menos se questionar o por quê? 
Qual é a razão para querermos o melhor se nem sabemos o que é melhor. 
Nessa correria toda, com aquela tal respiração ofegante, sinto que a morte está vindo.


Eu sou esse tipo de pessoa que tem pressa
Quero fazer tudo o tempo todo
Quero ser tudo em todos os momentos
Tenho pressa de ser alguém 
Tenho pressa pois não tenho ninguém

Nessa correria do dia a dia
Sinto que perco a minha a alma num instante
Eles falam mas não ouvem
Deixa eu gritar, por favor

Falta tempo, dinheiro e espaço 
O que poderei fazer agora?

Like what you read? Give Gaby a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.