Pop Don’t Preach S02E01 — Beysus

Bow Down, bitches.

POP DON’T PREACH ESTÁ DE VOLTA! Voltamos para nossa segunda temporada amoresss. Estávamos morrendo de saudade ❤ E voltamos com identidade visual repaginada, cês viram? A gente tá morrendo de amores. Quem cuidou disso pra gente foi a Dani Nóbrega, ouvinte talentosíssima que deu nossa nova carinha. Vocês podem ver mais do trabalho dela aqui:

http://behance.net/daninobrega

Nossa season premiere chegou com um tema muito aguardado por nós, falamos de ninguém menos que BEYONCÉ-FUCKING-KNOWLES-CARTER, Queen B.

Tá sucesso, ó:

Beyoncé e feminismo ❤

  • Textos e links de referências sobre a relação de Beyoncé, feminismo e a indústria do entretenimento:
Beyoncé e o feminismo | Lugar de mulher http://bit.ly/1vpRlrR
O feminismo de Beyoncé | Obvious Mag http://bit.ly/1kyVkzZ
Em defesa da Beyoncé: feministas negras, feministas brancas e a linha na areia | Blogueiras negras http://bit.ly/22k35O8
A apresentação de Beyoncé no VMA foi o momento feminista que eu estava esperando | Blogueiras Feministas http://bit.ly/22lSj6y
Beyoncé’s Feminism (Podcast)| Stuff Mom Never Told You: http://bit.ly/1YZVsaf
A Beyoncé está se embranquecendo? | Beyoncé Feminista http://on.fb.me/1SStyw1
Beyoncé, “Formation” e o SuperBowl | Pop Don’t Preach http://bit.ly/1SLJv8f
Um deslize de Beyoncé? | Escreva Lola Escreva http://bit.ly/1opQzEd
Beyoncé Must Have her feminist cake and eat it too | Huffington Post http://huff.to/1fxfzFF
Beyonce’s Drunk in love: Should we have a problem with it? | The Guardian http://bit.ly/Mrl6VR
bell hooks calls Beyoncé a terrorist | Madame Noire http://bit.ly/22lQfvg
Why Beyoncé’s Latest ‘Feminist’ move was so problematic | Huffington Post http://huff.to/1ptMdTU
Chimamanda Ngozi Adichie on the Importance of Beyoncé: “There is Power in Pop Culture” | The culture http://bit.ly/1YDeC5m
Gloria Steinem: A Beyoncé apoia os valores feministas | http://glo.bo/1TNUj66

Bônus: nossos hinos preferidos (Flawless nem entra na conta, amores)

@maburini
Party
2) Haunted
3) Halo (cantando em homenagem a Michael Jackson, de uma majestade pra outra)
@soaresnana:
AH LE LEK LEK LEK LEK
2) Run the World @ Billboard Awards 2011 (ou a melhor apresentação de powerpoint da história)
3. Single Ladies
@tecaperosa
Crazy in love
2) Mine
3) Grown Woman / Love on top

É a maior artista pop da atualidade né amores, aceitem que dói menos ❤

Não está sendo fácil

Repercussões do Oscar:

Além de ser um #OscarsSoWhite, não foi uma grande premiação para as mulheres. Chris Rock fez um ótimo monólogo….até fazer shade desnecessário na Jada Smith e tirar sarro da campanha #AskHerMore. QUAL A NECESSIDADE DISSO, AMIGO? Você faz um discurso politizado e depois diz que nem tudo é racismo/machismo? Ask Her more é uma campanha super séria e que merecia mais respeito. Melhore, bjs.

A boa notícia é que Mad Max, um filme feminista até o talo, ganhou FÁÁÁÁRIAS estatuetas, apesar da Academia se recusar a dar direção ou melhor filme. Mas quando a figurinista Jenny Beavan foi receber seu Oscar sambando na cara do mundo, muita gente olhou feio porque ela estava de calça, jaqueta, badass as fuck e não dando a mínima importância pro que vocês estão pensando. Gente, MELHOREM, a mulher é figurinista, ela sabe o que tá fazendo. E ela se veste do jeito que ELA quiser, ok?

Além disso, fica nossa MOÇÃO PÚBLICA DE REPÚDIO à entrega do prêmio de melhor trilha pro Sam Smith e não pra Lady Gaga, que ABALOU TODAS AS ESTRUTURAS com a apresentação de ‘Til it Happens to You. Parabéns aí Academia, tirando o Oscar do filme que denuncia estupros e dando pra um filme de um misógino. AFFE.

Pelo menos alguns filmes que mostram violência contra a mulher em diferentes aspectos foram premiados: a categoria de short documentary foi para “A girl in the river”, que fala sobre assassinatos de meninas e mulheres no Paquistão (queremos ver!!) e documentário de longa-metragem foi para “Amy”. Se você ainda não viu PARE TUDO QUE ESTÁ FAZENDO AGORA, ABRA O NETFLIX E VÁ VER.

Rapidjenhas

  • Deadpool estreiou e diz que é mara, gente! Ele é panssexual e tira sarro de cultura pop e dos outros filmes de super-herói. Marina Burini aprova e recomenda:
  • Kesha perdeu a primeira batalha judicial contra o produtor Dr Luke :( Ela alega ter sido abusada por ele e agora vai à justiça para não ser mais obrigada a trabalhar com seu abusador, o que não parece ser um problema para a justiça americana. Várias celebridades manifestaram seu apoio através do #FreeKesha e a gente tá muito aflita acompanhando esse caso
  • Vai rolar cinebiografia da Nina Simone e quem vai viver essa diva é a atriz Zoe Saldana, o que tá sendo uma escolha bem criticada porque ela é muito mais clara do que a cantora. Como consequência, ela teve que fazer blackface em pleno 2016. Plmdds gente.
  • Jout Jout convidou Nataly Neri pra explicar feminismo negro e é o vídeo mais didático que você vai conseguir ver:

Ufa, cabô!

Quanta coisa né gente, foi difícil resumir. A gente tinha muita coisa pra falar nessa season premiere e espera que vocês tenham gostado. Vem MUUUUUITA coisa boa por aí, fiquem ligadjenhos ❤ Vai ter Harry Potter, transfobia, gordofobia, Gilmore Girls e muito mais.

Como sempre, queremos saber o feedback de vocês: Qual a música favorita de Queen B? E a coreografia que vocês se jogam?

Faltou algum link? Sabe de mais textos e referências em português e quer compartilhar? Como estamos dirigindo? Sugestão de tema?

Fala com gente:

Facebook: facebook.com/popdontpreach

Twitter: @PopDontPreach

Beijos de luz,

@maburini, @soaresnana e @tecaperosa