Uma jornada dos sentidos

Olá linda rede!

Este é o último post que escrevo de SP.

Agora só daqui muitas semanas em outro endereço. (Porque as novidades são tantas que não caberia colocar tudo neste post!)

Explicando melhor. A equipe Radiko vai ficar fora do estado por bons dias, em uma jornada pelo Nordeste brasileiro. Vamos passar por 3 estados até o final do semestre visitando a flora nativa, cultura local e um tanto a mais de coisas.

Depois de assistir a versão 2.0 do U.lab de Otto Sharmer (sério, não creio que não tenha recomendado o suficiente, mas em todo caso, aqui tem o link), nos inspiramos pelo conceito das sensing journeys e resolvemos unir parte de uma programação que já sincronamente se formava. E agora vamos mergulhar em uma jornada de aprendizagem em campo. Uma oportunidade para realmente experiênciar o conhecimento de maneira mais profunda e com outro olhar.

A jornada tem inicio com um festival de Dragon Dreaming em uma ecovila na Bahia, é muita inspiração, né gente?

Se você ainda não conhece Dragon Dreaming, sem conflitos, clica aqui que vai dar para entender um pouquinho. É uma metodologia muito linda aonde os projetos trabalhados são projetos da Terra, não são do ego. E é lá que muita coisa bacana vai nascer, florescer e seguir para realização.

Depois vamos passar por praias, botânicos, Ong’s, escolas alternativas e mais. E tudo vai ser documentado. E depois vai virar um documento virtual, que somado com a jornada pelo sudeste do ano passado, vai virar ebook, com ilustrações, contos, poemas do jeito lúdico que sempre trabalhamos ;)

Mas enquanto o material não for editado, algumas coisas vai ser compartilhadas bem aqui neste medium. É uma jornada aonde vamos pesquisar em campo para nossos DI’s (doutorados informais, leia aqui o manifesto, quem sabe você não começa 1 também!)

Então agora é terminar de aprontar a mochila e cair na estrada, rumo aos pontos veganos, ecovila, com carregador solar, repelente natural, chás e bolachinhas orgânicas e 1 sincronário da paz!

No instagram teremos fotos logo mais! @radikoraiz

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.