Informante do FBI recebe permissão para explicar ao Congresso as irregularidades na venda de urânio de Obama pra Rússia

Departamento de Justiça liberou o ex-informante do FBI de um acordo de confidencialidade, permitindo que ele testemunhe ante o Congresso sobre o que ele observou quando trabalhava infiltrado na indústria nuclear russa.

Múltiplos comitês do Congresso têm procurado entrevistar o informante, cujo nome não foi divulgado publicamente, porque ele permaneceu infiltrado por quase cinco anos, fornecendo informações aos agentes sobre os esforços da Rússia para expandir seu negócio de energia nuclear nos Estados Unidos.

Ex-presidente Barack Obama e sua Secretária de Estado, Hillary Clinton

De acordo com informações do The Hill, a advogada do informante, Victoria Toensing, confirmou que o FBI enviou-lhe uma carta formal dizendo que seu cliente não tinha mais motivos para manter seu acordo de confidencialidade, abrindo caminho para ele potencialmente testemunhar diante do Comitê Judiciário do Senado, o Comitê de Inteligência da Câmara e o Comitê de Supervisão e Reforma da Casa.

Advogada Victoria Toensing
Like what you read? Give RENOVA a round of applause.

From a quick cheer to a standing ovation, clap to show how much you enjoyed this story.