A história da culinária oriental em Alfenas

As comidas chinesa e japonesa chegaram à cidade pelas mãos de um filho legítimo do oriente: Sr. Yukio Arakaki, proprietário do Restaurante Mensorê.

Por Leonardo Miranda
Yukio Arakaki

A história da comida oriental em Alfenas começou há 15 anos, na virada do século, quando Yukio Arakaki assumiu uma franquia dos “Restaurantes E&E”, na Praça Getúlio Vargas, e começou a oferecer as culinárias chinesa e brasileira a self-service. Ao abrir o restaurante, Sr. Yukio conta que já existia uma demanda de apreciadores da culinária oriental na cidade, principalmente entre os estudantes vindos de grandes centros urbanos, nos quais a comida japonesa já era mais conhecida. “Os estudantes chegavam a fazer fila na porta do restaurante, o que acabou resultando na rápida popularização, também, entre os moradores da cidade”, comenta.

Nos primeiros anos, Yukio seguiu a cartilha da franquia. Ele conta que só passou a trabalhar com a comida japonesa a partir de 2004, quando disponibilizou o sushi no self-service. Porém, Yukio revela que vender sushi a quilo nunca foi lucrativo: ele só adicionou a opção ao cardápio por causa de pedidos, isto é, para agradar e conquistar ainda mais clientes. A estratégia deu tão certo que, no ano seguinte, eles se mudaram oportunamente para um local mais amplo, também localizado no entorno da Getúlio Vargas. O Restaurante E&E funcionou em seu segundo endereço até o final de 2013.

A empresa familiar decidiu seguir um novo caminho ainda no segmento alimentício. A idealização de um novo projeto de restaurante foi posta em prática e o “Restaurante E&E” deixou de existir em Alfenas, passando a se chamar “Mensorê”, em outro endereço, um prédio novo, projetado para proporcionar mais conforto e melhor atendimento. E nada disso seria possível sem os laços de amizade que se firmaram ao longo dos anos.

Assim nasceu o “Mensorê”, oferecendo comida japonesa, chinesa e brasileira à la carte. Sr. Yukio explica que mudou o sistema de atendimento seguindo uma tendência de mercado. “Devido aos elevados custos com funcionários e o constante aumento no preço dos alimentos, a tendência é que os restaurantes deixem de trabalhar como ‘self-service’ para oferecer comida à la carte”, explica. Outra vantagem apontada por Yukio é que, ao trabalhar no sistema “à la carte”, foi possível oferecer mais opções, tanto da culinária chinesa e japonesa, quanto da culinária nacional.

Graças ao bom atendimento, excelente comida e carisma inigualável, Yukio já estava com sua clientela consolidada, que aos poucos fora reconhecendo o novo ambiente. O Mensorê, cuja tradução aproximada é “seja bem-vindo”, localiza-se à Avenida São José, 229. Sr. Yukio conta, com orgulho, que os clientes aprovaram tanto o novo prédio, quanto o novo sistema de atendimento, além de ressaltarem que, a cada dia, o restaurante prospera, mesmo com uma concorrência cada vez maior no ramo da cidade. “Meus clientes e amigos experimentam a comida japonesa de outros restaurantes, mas sempre acabam voltando e dizendo que não trocam o nosso restaurante por nenhum outro!”.

Yukio sempre contou com a ajuda e dedicação de sua esposa Ivete e também dos filhos que, mesmo estudando, nunca deixaram de ajudar os pais. “Costumávamos trabalhar todos juntos até meus filhos crescerem e seguirem seus próprios caminhos, dando continuidade aos estudos e à vida profissional que escolheram. Mas, sempre que podem, eles vêm ajudar”, conta orgulhosamente Yukio. Atualmente, ele, a esposa, a filha Cínthia e mais três colaboradoras trabalham no restaurante.

______________________________________

Curiosidades sobre a culinária oriental

Durante a introdução no ocidente, a comida oriental passou — e ainda passa — por várias adaptações. Yukio explica que os pratos degustados por ele na infância foram modificados para agradar o paladar e a vontade dos brasileiros. “Originalmente, a culinária japonesa é caracterizada pelo tempero doce. Como os brasileiros preferem refeições salgadas, a solução foi ajustá-la. O sushi tradicional do Japão, por exemplo, é feito com arroz temperado com molho de vinagre, açúcar e sal, servido com peixe ou frutos do mar, vegetais ou ovo. Já o sushi do estilo ocidental possui ingredientes não tradicionais, tais como a maionese e o creme de queijo”, argumenta Yukio.

Contudo, Yukio diz que, nos últimos anos, devido à crescente procura por uma alimentação cada vez mais saudável, a comida japonesa servida no ocidente vem sendo novamente repensada. “Como cada vez mais clientes têm procurado por pratos mais leves e saudáveis, tenho substituído os ingredientes como a maionese por similares menos calóricos”, conclui.

Entre as especialidades do Mensorê, as mais populares dos alfenenses são os Temakis, a Salada Especial Mensorê, a Salada de Harusame, entre outros. A maioria dos pratos compreende as receitas de família, aprendidas em casa e compartilhadas com todos os clientes e amigos.

Post de divulgação da publicação

Confira todas as versões online da edições da Revista QShow em: issuu.com/revistaqshow

Curta nossa página no Facebook: facebook.com/RevistaQShow

One clap, two clap, three clap, forty?

By clapping more or less, you can signal to us which stories really stand out.