Dicas da Dra. Antonella Murad

Sucessos do Instagram na Revista QShow

Dra. Antonella Murad

A médica alfenense Antonella Murad já foi destaque da Revista QShow! Na época, contamos sua trajetória de vida e abordamos o sucesso da médica no Instagram, rede social na qual possuía cerca de 10 mil seguidores. Inclusive, publicamos algumas de suas dicas, o que agradou (e muito) os nossos leitores.

Antonella deu sequência ao seu trabalho e já postou incontáveis novas dicas, que continuaram conquistando cada vez mais seguidores! Atualmente já são mais de 25 mil seguidores, pessoas espalhadas por todo o Brasil que já comprovaram e confiam nos conhecimentos compartilhados pela médica.

Na edição atual, atendendo aos pedidos de nossos leitores, publicamos mais das populares dicas da Dra. Antonella Murad. São respostas para dúvidas muito comuns entre as pacientes da médica. Confira:

__________________________________________________

Proteger a pele do sol no dia a dia pode retardar o surgimento das rugas?

Verdade! A principal causa do envelhecimento da pele é a sua exposição aos raios ultravioletas do sol. O uso frequente de proteção solar retarda o envelhecimento cutâneo. Ou seja, pessoas que usam protetor solar com frequência — de preferência todos os dias — podem tornar o processo de envelhecimento mais lento, ou mesmo impedir por um tempo o desenvolvimento de rugas e flacidez da pele.

Comprovou-se cientificamente que o protetor solar, além de proteger contra o câncer de pele, evita o envelhecimento da cútis. Quem faz uso do protetor solar diariamente por quatro anos tem 24% a menos de chance de apresentar sinais visíveis de envelhecimento da pele. Isso vale, inclusive, entre pessoas que têm mais de 40 anos. Foi o que concluiu um estudo realizado na Austrália e publicado no periódico “Annals of Internal Medicine”.

__________________________________________________

Por que os remédios para congelar verrugas de uso em domicílio são perigosos?

Para tratamento em domicílio, foram criados diversos remédios que visam eliminar as verrugas. No entanto, o uso destes não é indicado, sendo até mesmo muito perigoso, pois a grande maioria deles pode prejudicar a saúde e causar efeitos colaterais. O que o paciente pode acreditar é que se trata de uma simples verruga, porém, pode haver outro diagnóstico, como, por exemplo, um câncer de pele. Ao congelar a lesão, estará descaracterizando a verruga, o que pode dificultar, no futuro, o diagnóstico do médico e, consequentemente, um tratamento correto.

Pode também deixar cicatrizes e queimaduras na pele sadia. O procedimento só é feito com segurança por um médico capacitado. Não se automedique, procure sempre seu médico de confiança para uma melhor avaliação e tratamento.

__________________________________________________

Siga a Dra. Antonella no Instagram e confira mais dicas: @dicasdermatologia.

Show your support

Clapping shows how much you appreciated Revista QShow’s story.