Design cotidiano

Certo domingo, vou até a lavanderia e preparo as ferramentas para dar início a faxina semanal. Separo a vassoura, os materiais de limpeza, balde e uma pá para colher os lixos. Dou início a minha faxina semanal varrendo o quarto e colhendo os resíduos, até então a pá empina para trás esparramando todo resido acumulado. Devido a base do produto ser de plástico e o cabo ser de madeira, é inevitável que o cabo despenque ao chão.

Semana passada, estava esperando o elevador indo para reunião com cliente quando identifico as palavras "sobe" e ao lado "desce" como identificação do posicionamento do elevador. Fiquei imaginando como um estrangeiro sem o domínio da língua portuguesa iria interpretar esses símbolos.

Isso inclui no meio digital. Estava em um e-commerce comprando escovas de dente. Na página de check-in (carrinho de compras), havia uma faixa informando que compras acima de R$30,00 não haveria taxa de frete. Acrescentei alguns produtos para atingir o valor. Gerei o boleto e vi que o valor do frete ainda estava sendo cobrado. Liguei para a empresa perguntando o motivo e a atendente disse que a taxa isenta era apenas para o Rio de Janeiro. Por que não descrever essa informação tão relevante na faixa?

Essas e outras experiências passadas no dia a dia relacionado a usabilidade, é uma questão a ser discutida durante o processo do projeto. Alguns produtos são meramente belos e projetados por grandes equipes e excelentes materiais mas será que levam conta a ergonomia? Usabilidade? Praticidade?

Donald Norman cita em seu livro Design do Dia a Dia que temos sete estágios de ação: um para meta, três para execução e três para avaliação.

  • Formalizar a meta
  • Formalizar a intenção
  • Especificar a ação
  • Executar a ação
  • Ter a percepção do estado do mundo
  • Interpretar o estado do mundo
  • Avaliar o resultado

Além dos estágios descritos pelo Norman, há também item a ser acrescentado para uma ótima usabilidade: A empatia.

Segundo Roman Krznaric em seu livro O Poder da Empatia, o autor diz: "Empatia é a arte de se pôr no lugar do outro e ver o mundo de sua perspectiva".

Ainda há alguns itens que iriam diminuir muito as frustrações dos usuários que não foram citadas aqui mas creio que levantando os atributos acima, irá trazer ótimas experiências para nós consumidores e agradecido pelo bom funcionamento pelos meios propostos.