Gosto de ouvir o som da sua risada sem graça. Até fecho os olhos quando sei que ela vem, para assim, não contaminar minha lembrança, ou, desfocar minha atenção da rouquidão da sua garganta sempre ao me ouvir dizer:

Como é bom amar você.