Sei la baby essa coisa de se entregar para muita gente sempre parece complicada, o sexo é bom porque a carne me pede, mas a mente me fecha,tudo fica muito apertado, mas é as patifarias que muleke faz que me deixa neste estado,me olha e quer gozar,sai por ai dizendo que sirvo só para transar, segui seu conselho, amor hoje não vai rolar, hoje vou me embriagar, me jogar no banheiro do bar botar pra fuder até o nariz estorar, sai por ai com copo na mão que homem nenhum preciso me comprar, sem acompanhantes sei me cuidar,a rua vazia a lua la em cima,madrugada rolando muita gente se matando, a cola rola na mão do menor, para passar o frio para passar a fome, enquanto tem muito boy portando Lacoste, mas no meio de toda palhaçada sou mais uma hipócrita na estrada, pensando que nada que eu fale mudara nada, e eu me calo, depois de uns tragos tudo passa, tudo me vem também, tudo que não foi me pertuba, sociedade machucada depressão que nada, é apenas percepção aguçada, que essa porra ta toda errada.