Entrevista
SantosJr
398

Lorena (Sinceros Devaneios), normalmente diria: “Que bom que se identificou”, mas não sei se e é o caso de felicitações. kkkkk. Mas, o fato é que estamos todos expostos. A linha parece muito tênue, não!? Do deslumbramento da fase inicial, quando se está conhecendo; passando pelo convívio diário, o qual nos coloca em cenários adversos; culminando em eventuais términos, em que insistimos em lembranças saudosas; sem saber o que de tudo isso é real, o que foi projeção, o que negação. Encantar-se (amar/apaixonar) sozinho é tenso. Talvez, pior quando não é unilateral o sentimento, mas é solitária a expectativa. Enfim, acho que se trata daquelas coisas que só se aprende fazendo. Logo, o jeito é sentir, saltar, e que se dane o resto. Pra tudo isso, coragem. Obrigado pela participação. Abraço.