DIGA ALÔ PARA O AMOR
Seo Cosme
192

Seo Cosme, muito bom o texto. Curto, preciso, completo. Senti-me com o telefone em mãos, junto com o protagonista. kkkk. Nos dias atuais, ligar parece tão mais difícil e invasivo. Isso agrava, dependendo do destinatário da chamada. Se ao digitar uma mensagem dessa (um “eu te amo” fugidio) já ficamos parados diante da tela, com o dedo vacilante, rememorar como é dizer isso ao telefone (e para alguém cujo número se têm ‘de cór na cabeça’ — quem ainda sabe algum número de cór!?), foi uma sacada genial. Simples, mas totalmente expressivo. Quem já não fez algo parecido (ainda que não por ligação telefônica, mas por algum meio de mensagem), com certeza, é por que ainda titubeia, todos os dias. Parabéns.